Favoritos de 2014 (em construção)

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

O Quinto Evangelho, de Ian Caldwell

O Quinto EvangelhoAutor: Ian Caldwell
Título original: The Fifth Gospel
Editora: Record
Ano: 2016
Páginas: 560
Skoob
Sinopse: Uma trama eletrizante sobre uma verdade que pode abalar o futuro da igreja. Nos últimos meses do pontificado de João Paulo II, uma misteriosa exposição é montada nos Museus do Vaticano. Seu curador, Ugo Nogara, alega ter descoberto um grande segredo sobre o Sudário de Turim, porém, uma semana antes da abertura da polêmica mostra, ele é encontrado morto nos jardins da residência de verão do papa. Na mesma noite, a casa dos padres Alex e Simon Andreou, amigos de Ugo e seus ajudantes na exposição, é invadida por um estranho. A polícia não consegue encontrar um suspeito, e Alex inicia sua própria investigação. Para encontrar o culpado, ele precisa descobrir o segredo mantido por Ugo a qualquer custo. Mas, à medida que começa a compreender a verdade, ele percebe que suas ações podem trazer consequências imprevisíveis para o futuro da Igreja Católica.

O padre Alex Andreou receberia a visita de Simon, seu irmão, naquela noite, mas as coisas não saem como o planejado. Quando recebe uma ligação de Simon para encontrá-lo nos jardins da residência de verão do Papa, ele sabe que algo está errado. Só não estava preparado para a cena com a qual se deparou ao chegar: Ugo Nogara, morto, aos pés do irmão. Nessa mesma noite, alguém invade sua casa a procura de algo, aterrorizando seu filho, Peter.

O assassino de Nogara  é um mistério, mas tudo indica que a exposição que ele estava organizando foi o motivo para o terem assassinado. A exposição estava sendo montada nos museus do Vaticano e revelaria uma grande descoberta feita por ele, descoberta sobre o sudário que envolveu o corpo de Jesus depois da crucificação que abalaria a Igreja. Porém, durante as pesquisas, ele faz outra descoberta, agora sobre o Quinto Evangelho. Isso com certeza geraria uma grande comoção. Mas alguém chegou antes que qualquer coisa fosse revelada, e agora Alex e sua família estão sendo ameaçados.
"Vossa Eminência - começou ele, pousando o manuscrito na mesa de Lucio -, eu descobri o quinto evangelho. E vou usá-lo para provar a legitimidade do Sudário de Turim."
Alex, que ajudou Nogara durante um curto período com as pesquisas que envolviam o Sudário, tenta descobrir quem está por trás da morte do amigo e da invasão à sua casa, enquanto tenta manter sua família à salvo. Nesse meio tempo, Simon continua trabalhando na exposição do falecido amigo; mas não por muito tempo.

O Quinto Evangelho é um livro de mistério com uma premissa extremamente interessante e uma base histórica admirável. É notável o quanto o autor pesquisou e precisou se inteirar  sobre os assuntos abordados no livro, o que é ótimo. Livros que envolvem crimes, Igreja Católica e relíquias sempre me deixam curiosa, e claro que com esse aqui não foi diferente. Assim que o vi no catálogo da editora quis solicitar e realizar a leitura. Agora estou aqui para falar sobre essa experiência.

Ian Caldwell possui uma escrita muito boa e com leves toques de humor em alguns poucos momentos que fizeram a diferença. Essa não é uma leitura que exige tanto do leitor nesse ponto, pois é um livro relativamente fácil; porém algumas passagens são mais descritivas, quando citados os manuscritos, os evangelhos e a rota do Sudário. O autor levou dez anos para terminar o livro e se dedicou totalmente a ele com pesquisas, em suas palavras, intermináveis. E o resultado é esse romance repleto de criatividade com base um rico  estudo teológico.


Infelizmente a leitura não foi totalmente prazerosa para mim, pois não me senti presa a ela como gostaria. Ao mesmo tempo que queria continuar e saber o que aconteceria, o autor não me dava as respostas que eu esperava. É um livro que tem seu próprio tempo. Não possui tantas reviravoltas, que era o que eu esperava, mas mantém um leve suspense até o final.
"Ele crê de coração que está fazendo isso pelo bem de outra pessoa. Não sei de quem. Não sei por quê. Mas sei que preciso detê-lo."
Acredito que a beleza do livro não está no mistério, ou não somente nele, mas sim na qualidade da escrita e na pesquisa sobre os evangelhos, na ambientação (Vaticano, em 2004, durante o papado de João Paulo) e nas descrições, incríveis, dos objetos, dos lugares, dos rituais... Tudo isso me fez continuar firme e forte na leitura. E o final não me decepcionou. Mais uma vez, a beleza não estava na resolução do mistério em si, mas na forma como tudo caminhou para aquele  desfecho. O autor conduziu os fios da trama quase como em uma dança, e no final tudo se encaixou perfeitamente.


Para quem gosta de livros repletos de reviravoltas, ação e suspense, talvez esse livro não seja a melhor indicação, mas sim para quem se interessa por história, teologia, conspirações e personagens realistas em seus diálogos. O Quinto Evangelho é para você.

Como estudante de biblioteconomia, não posso deixar de citar que fiquei encantada com as cenas do livro que se passam na Biblioteca do Vaticano, sobre a qual, diga-se de passagem, o autor fez uma descrição maravilhosa e muito consistente, me deixando com vontade de visitá-la e explorar seu acervo.
"... desde que os livros foram inventados, eles contavam com um poderoso aliado: empre houve uma igreja cristã para fabricá-los e um papa em Roma para reuni-los. De todas as grandes bibliotecas da história da humanidade, apenas uma ainda existe. E, pela graça de Deus, era no coração dela que eu pisava naquele momento."
A edição é bem simples, mas bonita, e não encontrei erros de revisão.

É isso. Espero que tenham gostado da resenha. Qualquer dúvida sobre a história, pode comentar aqui em baixo que ficarei feliz em responder. Infelizmente não posso dar tantos detalhes no post sobre a trama, para não estragar a experiência de quem vir a realizar a leitura :D 

12 comentários :

  1. Oieeeee, li o livro mês passado e me encantei demais pela história. A pesquisa de dez anos do autor para escrever essa bela obra, fez jus ao seu esforço. Amei demais conhecer algumas coisas sobre o catolicismo em si, um livro que vale a pena todos que curtem romances históricos conhecer.

    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom, né? Também gostei demais.
      Obrigada pela visita <3
      Beijos!

      Excluir
  2. É tão bom quando percebemos o quanto um autor se esforça para trazer um enredo mais real, não é? Acho super importante fazer uma pesquisa enquanto escreve a história, mesmo quando as descrições são mais leves e rápidas. Gostei muito do enredo de mistério do livro, tem um ar bem diferente e adoraria conhecer.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que goste da leitura, Eduarda! :D
      Beijão

      Excluir
  3. Olá ♥
    Não conhecia o livro, mas confesso que não me senti atraída por ele.Fiquei meio receosa quando você disse que queria continuar a ler, mas o autor não te dava as respostas que você precisava. A leitura parece ser fluida para quem curte esse tipo de tema e realmente se envolve com o livro. Gostei de saber que o autor fez muitas pesquisas antes de escrever o livro, pois para falar de certos assuntos no qual ele cita no livro precisa de uma pesquisa muito bem elabora. Vou deixar a dica passar! Parabéns pela resenha e pelas fotos ♥

    ResponderExcluir
  4. Olá Gabrielly,
    Quando ouvi falar sobre esse livro, pela primeira vez, imaginei que seria uma obra estilo Dan Brown, cheia de acontecimentos e reviravoltas e fiquei meio com o pé atrás por saber que a obra não é assim. Acho que o livro manter um suspense até o final é interessante, mas uma açãozinha não seria nada demais.
    A minha vontade ainda persiste por conta da ambientação, que parece ser incrível, e por saber que o final te agradou.
    Adorei sua resenha e vou me valer da dica.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  5. Esse livro parece ser fascinante e completamente viciante. A trama me deixou muito curiosa e tudo parece ser muito bem desenvolvido, sem falar na ambientação que deve ser maravilhosa. Ele até pode ter muitas páginas mas quando o livro é bom isso não passa de um detalhe a a gente acaba lendo rapidinho, acredito que será assim quando eu o for ler.

    ResponderExcluir
  6. Eu gosto de ação e suspense, mas acredito que os outros elementos que o enredo tem sejam suficientes para prender minha atenção, até porque esse livro já estava na minha lista há um tempo. Gosto do estilo da trama. Adorei a resenha.

    *☆* Atraentemente *☆*

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Livros com temas de igrejas, principalmente a católica, me chamam muito a atenção, então fiquei extremamente interessada em realizar essa leitura. Me lembrou um pouco Dan Brown com essas conspirações hahaha Que pena que o livro não chegou a te prender como deveria, mas acho que mesmo assim vale a leitura.
    Beijos.
    http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  8. Uma coisa boa de se ler resenhas é podemos saber mais ou menos o que irá se passar em um livro. E lendo a aua resenha confirmei isso. Realmente a história do livro parece ser cheia de reviravoltas e que tem um ritmo super eletrizante, no entanto, como você bem pontuou, mais do que esses elementos é o caminho que o autor pecorreu para chegar até esse final, que por sinal lhe agradou, né? É interessante ver como o autor se aprofundou na pesquisa, ainda mais tendo um leque tão grande como esse de igreja e tal. Enfim, dica mais que anotada.

    beijos
    http://ventoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Eu fiquei curiosa com esse livro mas com medo de solicitar ele para a leitura. Me preocupou em não ser bem meu estilo e eu acabar tendo que empurrar a leitura até o fim
    aí li uma resenha e fiquei super empolgada e arrependida. Mas, agora, ao ler a sua resenha fico pensando que fiz a coisa certa em não solicitar o livro (não pela história mas para não ter o prazo de leitura, sabe?). Como você comenta que o livro tem seu tempo e não é cheio de reviravoltas, isso me faz ter a sensação de que irei demorar mais do que o normal, então... eu quero sim ler pela minha curiosidade, mas sem pressa e sem pressão.
    Sua resenha me deu essa certeza,então, obrigada!
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  10. Olá Gabrielly =)
    Não li nada deste autor. Fico contente sem saber que é uma leitura que flui bem. Que chato que a leitura não foi muito prazerosa para você. Eu esperava mais desse livro quando ouvi falar dele, mas agora lendo sua resenha não me interessei muito por ele. Quero ler mais sobre isso, mas não sei se vou ou não ler esse livro, fiquei na dúvida. Beijos'

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!