Favoritos de 2014 (em construção)

domingo, 1 de outubro de 2017

A Torre do Terror, Jennifer McMahon

Autora: Jennifer McMahon
Título original: The Night Sister
Editora: Record
Ano: 2017
Páginas: 376
Skoob || Goodreads
*Exemplar recebido em parceria com a editora.
Sinopse: Um segredo macabro habita o Hotel da Torre Nos anos 1950, o Hotel da Torre, com seus 28 quartos, era a maior atração da pequena Londres, em Vermont. Hoje está abandonado, vivo apenas na memória de três mulheres — as irmãs Piper e Margot e sua amiga, Amy Slater, filha da família que o administrava. Elas costumavam brincar lá quando pequenas, até o dia em que as brincadeiras desenterraram algo macabro e sinistro do passado dos Slater — algo que determinou o fim da amizade de Piper e Margot com Amy. Com o passar dos anos, as irmãs fizeram tudo o que puderam para deixar o episódio para trás e seguir com a vida; Piper mora na Califórnia, enquanto Margot dedica-se à família e a estudar a história local. Até que um dia Piper recebe uma ligação de Margot em pânico: Amy e sua família estão mortos, supostamente pelas mãos da própria Amy. Só que, antes de morrer, Amy deixou escrita uma mensagem que as irmãs sabem ser direcionada a elas: "29 quartos". De repente, Margot e Piper são forçadas a revisitar aquele verão fatídico em que encontraram uma mala e cartas que pertenceram a Sylvie Slater, tia de Amy, desaparecida na adolescência.
Você acredita em monstros?

O Hotel da Torre foi por um bom tempo um lugar charmoso para onde alguns viajantes iam sempre que estavam de passagem por Vermont, com seus 28 quartos e animais de fazenda. Os anos 50 foi muito próspero para os negócios da família Slater, que construiu e administrava o lugar. Mas, com a construção de uma rodovia que ameaça o ganha pão de todos ali, as coisas começam a ir de mal a pior.  Mas Sylvie e Rose Slater, irmãs, tem coisas maiores (e aterrorizantes) para se preocupar.

Amy, Margot e Piper foram grandes amigas na infância. Margot e Piper, irmãs, sempre seguiram Amy, mesmo que muitas vezes essa última desse motivos para elas correrem para longe. O fato é que o espírito aventureiro e o instinto de liderança de Amy eram como imã para Piper, a mais próxima. Jason, um garoto esquisito que tinha uma paixão platônica por Amy, também a seguia por todo lugar. No verão de 1989 as meninas encontram uma mala que pertencia a Sylvie, tia de Amy, que sumiu e nunca mais deu notícias. Junto com esse tesouro, um segredo há muito escondido vem à tona.

Agora, muitos anos depois, essas mulheres parecem ter seguido com suas vidas e deixado o passado para trás. Ou não. Quando a polícia chega na casa de Amy, o que eles vêem é uma cena de horror: aparentemente a mulher matou o marido e o filho de forma brutal e depois se suicidou. O sangue está por todo lado, inclusive nos pés de Lou, única sobrevivente.
"- Para algumas pessoas, Rose, é mais fácil fingir que as coisas que mais nos assustam simplesmente não existem."
Um bilhete encontrado na cena do crime contém uma pequena mensagem: 29 quartos. O bilhete parece não fazer sentido para os oficiais, mas surtem um efeito e tanto em Margot e Piper. Elas são as únicas que sabem o que aquilo significa, e agora terão que revisitar aquele verão de 1989 para tentar desvendar aquele mistério antes que seja tarde demais.

A Torre do Terror é o segundo livro de Jennifer McMahon publicado no Brasil pela editora Record; o primeiro, Prisioneiros do Inverno, é um best-seller do New York Times. Adoro quando livros de mistério/suspense acompanham edições sem sinopse ou muitos comentários na capa e contracapa. Entrar "no escuro" em uma leitura é, na maioria das vezes, algo muito bom; assim não criamos tantas expectativas e o suspense é mantido também sobre a premissa. Foi o que aconteceu nesse caso aqui. Só por saber se tratar de um livro de terror sobrenatural eu já quis ir correndo realizar a leitura, imagina se soubesse mais do que isso!


McMahon cria aqui uma história de mistério com personagens desconfiados, estranhos, daqueles que a gente nunca sabe se estão sendo sinceros ou se estão planejando algo maquiavélico; e outros que desconfiam até da própria sombra (quem se identifica?). Gostei muito da construção de personagens dessa autora.

Por se tratar de um terror sobrenatural, é certo que alguma criatura irá aterrorizar nossos personagens, certo? Nesse caso, a criatura que a autora introduziu na trama foi uma mara. As maras são pessoas que viram animais. Quando humanos, não machucam ninguém, mas quando se transformam perdem o controle totalmente caso se sintam ameaçados. Essa foi uma ideia realmente interessante, e tinha tudo para dar certo, porém a autora não explicou quase nada sobre como isso começou, as causas, como se dá a transformação; e a explicação - parca - foi muito pobre e não me convenceu de fato.

Eu gostei do mistério do livro, além do suspense; mas é bem leve, então não esperem algo assustador, ou que vá te deixar com medo do escuro. Não é um terror ou gore, e sim um suspense mais psicológico, no qual os personagens são perseguidos por algo oculto, e é a descrição do medo dos personagens que deixa o leitor mais ansioso e expectante.

Realmente acredito que a história tinha bastante potencial, e que isso não foi tão trabalhado quanto poderia. A trama gira em torno de vários personagens, em épocas diferentes, e é um livro bem visual. Com certeza daria um ótimo filme. Algo também muito interessante é que o livro faz várias referencias ao Hitchcock, diretor britânico considerado o mestre do suspense. Entre suas produções mais famosas estão Psicose, Os Pássaros e Janela Indiscreta.

Essa foi uma leitura mega rápida, e pode facilmente ser feita em questão de poucas horas. Recomendo para quem procura um suspense envolvente e com um cenário mais obscuro. A Record manteve a capa original, que é muito bonita e retrata uma cena do livro. Não encontrei erros de revisão!

Se já leu, não esquece de comentar aqui o que achou! :)

14 comentários :

  1. Oi Gabi!
    Menina... Esses livros de mistério acabam comigo! Já fiquei curiosa.
    Principalmente quando vc menciona sobre as maras. Como assim humanos que se transformam em animais 0.O
    Choquei! Adoro essas coisas.
    Vou ler se tiver oportunidade.
    Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amoooo um bom mistério!!
      Espero que curta bastante a leitura, Michelle!!
      Beijos

      Excluir
  2. Oi Gabi,
    Ainda não conhecia esse livro mas fiquei interessada. Adorei a foto que tirou com a faca com sangue ehehe se puxou.Sobre a história fiquei interessada parece ser um suspense muito bom porém devo dizer que fiquei com um pouco de medo também de a autora não conseguir explicar direito do porque das coisas como você citou, isso aconteceu comigo e com o livro Caixa de Pássaros infelizmente. Mas, gostei da dica e se puder quero conferir.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    leiturakriativa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado! É um bom entretenimento e vale pelos personagens e pela tensão presente no livro.
      Beijos!

      Excluir
  3. Gostei muito de sua resenha, faz jus ao livro que como você mesmo descreveu é bem leve, o que é uma coisa boa pra quem gosta de suspense mas não quer perder o sono, rss. Só não concordei quando você disse que não explora o potencial da história, esse fato de alguns elementos não serem revelados faz parte do suspense e achei os fatos coerentes com a personalidade dos personagens.

    Abraço

    ResponderExcluir
  4. Ainda não li, mas eu to AMANDO essa vibe Halloween com várias resenhas de suspense e terror por aí!
    Não conhecia esse livro, mas já quero ele!!!
    Sua resenha me deixou bastante curiosa e quero muita coisa ler!!!
    Obrigado pela dica!!!

    Beijinhos!

    #Ana Souza
    https://literakaos.wordpress.com

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem?

    Olhei a capa, o título e... Detestei. Sério! Por isso que não escolho livro pela capa hahahah
    Li a sinopse e pensei: Preciso ler esse livro.

    Gostei da maneira que resumiu o livro, deixou uma curiosidade no ar e suas impressões serviram para me dar ainda mais vontade de ler. Coloquei na lista. Assim que terminar uma série que estou lendo vou partir para esse.

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Eu gostei muito da sua resenha. Pensei que se tratava de um livro policial até que você disse que tinha algo sobrenatural no meio.
    Gosto desse tipo de leitura e essa obra tem todos os elementos que me agradam.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  7. Parece ser uma história bem misteriosa. Adoro livros assim. Vou por na lista sua resenha ficou excelente e as fotos muito bem elaboradas.

    Bjs
    Suka
    http://www.suka-p.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oieee!!!
    Nossa esse mês é um pouco complicado pra mim, sabia? Não gosto muito de terror, apesar de adorar um suspense e um misterio.
    Não conhecia esse livro que você citou, não é algo que eu leria de imediato até pq eu sou medrosa, mas sem duvidas é algo que me chamou a atenção.

    beijos
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  9. Oi Gaby!
    Eu recebi esse livro de cortesia da editora e estava com medo de ser assustador, que bom que não é tão assim. hahaha Eu pretendo ler ainda esse mês, mas já não vou com tanta cede ao pote, já que poderia ter sido melhor trabalhado/explorado.
    Beijos

    www.lendoeapreciando.com

    ResponderExcluir
  10. Olá!

    Não o conhecia mas parece ser uma boa leitura, vou adicionar na minha lista para ler futuramente.

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem? Confesso que não é um livro dos gêneros que curto muito, porém essa questão de ser "leve" pode ser uma boa para mim. Para quem nunca leu algo parecido antes, acho que é uma boa dica. Gostei da sua resenha <3
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi Gabrielly! Tudo bem?
    Vi esse livro em outro blog quando estava para ser lançado e achei a premissa particularmente interessante, ainda mais que adoro terror. Inclusive todas as minhas resenhas de Outubro são relacionadas ao gênero.
    Confesso que gostei da criatura que aparece no livro, mas esse spoiler me deixou realmente curiosa.
    Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://rillismo.com

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!