Favoritos de 2014 (em construção)

terça-feira, 28 de novembro de 2017

2.990 Graus: A Arte de Queimar no Inferno, de Adilson Xavier

Resultado de imagem para 2.990 graus: a arte de queimar no infernoAutor: Adilson Xavier
Editora: Panda Books
Ano: 2017
Páginas: 320
Skoob
*Exemplar cedido pela Oasys Cultural para resenha 
Sinopse: O jovem delegado Hermano está longe de ser um policial típico. Filosofa sobre a verdade, gosta de poesia. Inexperiente e orgulhoso por jamais ter usado sua arma, ele recebe a missão de investigar o assassinato de um deputado federal acusado de desviar verbas destinadas às vítimas de uma grande inundação. A arma do crime foi um maçarico, usado com impressionantes requintes de crueldade. Outros políticos são mortos com o mesmo ritual torturante. Um pastor evangélico, ex-presidiário, surge como suspeito. A população batiza os assassinos como “Vingadores do Povo”. Pressão total. Ódio e desinformação esquentam os ânimos. A vida de Hermano se transforma num inferno.
"O inferno, deputado, é algo que queima por dentro."

Políticos corruptos estão sendo assassinados, vítimas de um grotesco e torturante ritual; um pastor  evangélico com passagem pela polícia é o principal suspeito; a população está em polvorosa com esse novo caso, e na internet manifestações de apoio aos assassinos podem ser encontradas aos montes.

Um jovem artista passa por dificuldades na carreira e pede a participação de uma velha conhecida em seu novo e mais ambicioso trabalho; ela se comove com sua situação e concorda; sua decisão a coloca em um terrível dilema, que ameaça seu relacionamento. Um inquérito sobre elementos presentes nessa obra é aberto.

Casos aparentemente distintos, mas ambos colocam o delegado Hermano em seu centro. Sua vida está prestes a se tornar um verdadeiro inferno.


O delegado Hermano é um homem prático e apaixonado por poesia que aproveita as horas livres para escrever e filosofar sobre a vida; no trabalho, nunca usou uma arma de fogo, o que lhe é motivo de orgulho. Tem um relacionamento de anos com sua namorada e um não tão longo, nem tão sério, com sua colega de trabalho.

Quando o caso de políticos assassinados entra em cena, ele sabe que sua carreira pode mudar dependendo dos resultados de seu trabalho, e logo ele se entrega de cabeça à investigação junto a sua equipe.
"Somos pontos de vista divergentes, que defendem interesses conflituantes. O senhor escolheu construir seu paraíso particular à custa de negócios que nos incomodam, e nós escolhemos lhe dar o inferno de presente. O inferno, deputado, é algo que queima por dentro."
2.990 Graus é um romance policial altamente envolvente que traz elementos bem pertinentes, como censura na arte, corrupção (seja ela política ou moral) e também uma reflexão acerca de valor humano e hipocrisia na igreja.


Adilson Xavier costura muito bem esses elementos à trama e aborda tudo com bastante propriedade e de forma instigante, me mantendo presa na leitura do início ao fim.

Apenas duas coisas me incomodaram no livro. Uma delas foram os diálogos em certos momentos, pois a profundidade e a filosofia neles não me convenceram levando em conta ambiente e situação. A segunda foi o protagonista, Hermano, que não me inspirou muita empatia com suas atitudes machistas.


A edição está lindíssima e a editora Panda Books teve um maravilhoso cuidado na edição e revisão da obra. Adorei! E vamos concordar que essa capa está incrível!

No mais, essa foi uma leitura intrigante que me manteve acordada algumas noites e que me fez refletir bastante sobre os temas abordados. A parte investigativa também me agradou e indico a leitura para os fãs do gênero! Esse é certamente um livro que vai te fazer parar para pensar :)

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Obrigada por comentar!