Favoritos de 2014 (em construção)

domingo, 11 de junho de 2017

A menina que não acredita em milagres, de Wendy Wunder

Autora: Wendy Wunder
Título original: The Probability of Miracles
Editora: Novo Conceito
Ano: 2017
Páginas: 288
Skoob
*Exemplar recebido em parceria com a editora.
Sinopse: Campbell tem 17 anos. Ela não acredita em Deus. Muito menos em milagres Cam sabe que tem pouco tempo de vida, por isso quer viver intensamente e fazer tudo o que nunca fez, no tempo que lhe resta. Mas a mãe de Cam não aceita o fato de perder a filha, assim, ela a convence a fazer uma viagem com ela e a irmã para Promise um lugar conhecido por seus acontecimentos miraculosos. Em Promise, Cam se depara com eventos inacreditáveis, e, também, com o primeiro amor. Lá encontra, finalmente, o que estava procurando mesmo sem saber. Será que ela mudará de ideia em relação à probabilidade de milagres? “A Menina que não Acredita em Milagres” vai fazer você rir, chorar e repensar sua conduta de vida.

Campbell é uma adolescente de 17 anos que não acredita em milagres. Mas só um seria capaz de salvá-la do câncer em estado avançado que ela tem. Ela sabe que tem pouco tempo e os tratamentos já não fazem mais efeito, então resolve aproveitar para cumprir os desafios de uma lista que fez muitos anos antes. Ela quer viver, claro, mas não quer lutar por uma causa perdida, não quer criar esperanças em cima de algo que não dará em nada. 

Mas sua mãe pensa muito diferente, e faz de tudo para convencer a filha que milagres existem; seu próximo passo é levá-la, mesmo a contragosto, a uma cidadezinha conhecida pelos acontecimentos milagrosos que os habitantes já presenciaram. Elas empreendem então uma maluca viagem de trailer até o lugar, que guarda mais surpresas do que Cam pode imaginar.

A viagem a Promise é repleta de novas experiências para Cam, e mesmo contra sua vontade ela tem que admitir que se tem um lugar no mundo onde milagres podem acontecer, esse lugar é ali.
“O amor, Cam tinha de admitir, poderia ser real. E o amor permanece. As relações permanecem. Porque os pensamentos são energia, energia é matéria, e a matéria nunca desaparece.”
É comum encontrar em sick-lits (livros com personagens doentes) protagonistas carrancudos, céticos, e é exatamente o que encontramos aqui. Cam é uma personagem que chega a ser irritante, de tão arrogante que ela é em alguns momentos da trama.

Tirando essa ressalva, eu gostei da leitura, foi bem rápida e com alguns elementos bem bacanas. Alguns personagens secundários foram mega importantes para o crescimento da Campbell e seu autoconhecimento. Para quem está se perguntando, temos sim um romance nesse livro. É leve e não acontece de uma hora para outra, na verdade leva um bom tempo.


O final foi muito bonito e me fez chorar, tão tocada que fiquei. É um final coerente, realista, e não escolheria outro desfecho para o livro.

Leitura rápida e muito emocionante, A menina que não acredita em milagres é um livro que vai agradar principalmente aos fãs do gênero sick-lit e livros jovem adultos. Essa capa combina muito com a obra e traz alguns elementos trama, como os flamingos, que aparecem em certos momentos. Não encontrei erros de revisão.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Obrigada por comentar!