Favoritos de 2014 (em construção)

quinta-feira, 4 de maio de 2017

Harry Hole #9 | O Fantasma, de Jo Nesbo

Autor (a): Jo Nesbo
Título Original: Gjenferd
Série: Harry Hole #9
Editora: Record
Ano: 2017
Páginas: 462
Skoob
*Exemplar recebido em parceria com a editora.
Sinopse: Depois de três anos morando em Hong Kong e tentando fugir dos traumas de sua vida como detetive em Oslo, Harry Hole retorna à Noruega. O impensável aconteceu: Oleg, o menino que ele ajudou a criar, foi preso, acusado de matar um traficante de drogas. Harry não acredita que ele seja um assassino e inicia uma caçada para prender o verdadeiro culpado. Apesar de não pertencer mais à Divisão de Homicídios, Harry tem um novo caso a resolver. Mais uma vez ele percorrerá o submundo de Oslo, onde uma nova droga está se tornando bastante popular. Mas isso não será o suficiente para salvar Oleg. Para provar a inocência do rapaz, Harry será obrigado a confrontar o próprio passado.

Harry Hole já foi um dos melhores detetives de homicídios da cidade de Oslo, mas seus dias de glória já se foram e do passado só ficaram as lembranças. Sua nova vida em Hong Kong como cobrador de dívidas não poderia ser mais pacata, até que uma ligação traz a tona tudo o que ele lutou para se afastar.

Após três anos longe, Harry está de volta a Oslo e só pensa em uma coisa, desvendar o crime pelo qual Oleg, o filho de Rakel, está sendo acusado.  Hary não acredita que o menino doce e gentil que ele conheceu tenha se tornado o assassino viciado que está preso pelo homicídio de seu melhor amigo. Porém todas as provas apontam para a culpa de Oleg, e que ele está envolvido com muito mais do que parece.
“Será que sou eu? Será que é tudo? Será que é minha vida? Eu tinha planos, não? E agora não são nada além de pó, uma piada sem final, tão curta que eu teria tempo de contá-la antes desse maldito sino parar de tocar. Que inferno! Ninguém me contou que seria tão doloroso morrer."
Não são só as pessoas que estão diferentes, a cidade também está. Aparentemente, a polícia aliada ao governo conseguiu varrer as ruas de Oslo das drogas. Os índices de violência e overdoses diminuíram consideravelmente no último ano. Para os olhos bem treinados do ex detetive Harry Hole, parece que um novo jogo está sendo jogado nas ruas, e a peça principal desse jogo é uma nova droga chamada violino.
 “A gente não consegue levar a vida que gostaria de ter. Somos prisioneiros de... coisas. De quem somos. “
Munido de sua grande experiência na polícia e seus contatos Harry fará de tudo para descobrir o que aconteceu de verdade com Oleg. Enquanto lida com essa investigação, ele terá de tomar bastante cuidado com sua vida, pois o novo criminoso que toma conta das ruas de Oslo não achará nada bom ter alguém xeretando em seus negócios.


Quando li o primeiro livro do Jo Nesbø (Boneco de Neve) eu o achei um pouco confuso. Eu estava lendo sobre Harry em um parágrafo e no seguinte lia sobre uma tal de Amanda que não parecia ter nada a ver com a história, ainda. Nesbo tem um talento maravilhoso para interligar os personagens e para finalizar as tramas de formas surpreendentes. O Fantasma é minha terceira experiência de leitura com o autor e estou ainda mais encantada com a qualidade da história de Nesbø.

Harry é um personagem forte, seco, direto, chega a ser irritante, mas é um daqueles personagens que você adora gostar. É o tipo de cara que se fosse real você manteria a maior distância possível, mas na literatura você torce e sofre com ele. O Fantasma veio carregado para encher o leitor de aflição e ao final, esteja pronto para ficar de queixo caído.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Obrigada por comentar!