Favoritos de 2014 (em construção)

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Esperando a Hora da Stella, de Maria Dolores Wanderley

Resultado de imagem para Esperando a hora da stellaAutora: Maria Dolores Wanderley
Editora: Circuito
Ano: 2016
Páginas: 77
Skoob
*Recebido em parceria com a Oasys Cultural.

Sinopse: Marcado sempre pelo amor e pelo estranhamento, o livro Esperando a hora da Stella, sem nunca perder uma notável unidade de tom (derivado de um olhar sensível e maduro, acostumado a observar e a se auto-observar) constitui-se de breves memórias, em diferentes suportes (poemas, contos, crônicas, fotografias) do percurso artístico da poeta Maria Dolores Wanderley pela cidade do Rio de Janeiro.

Esperando a Hora da Stella é um livro de poesia, pequenos textos e fotografias da autora Maria Dolores Wanderley, uma nordestina que foi tentar a vida no Rio de Janeiro. Como ela mesma diz no começo do livro: "sou uma espécie de Macabéa dos tempos atuais".

No meio de todos os edifícios, trânsito e a grandeza do Rio, ela encontra poesia e faz de pequenos detalhes, que podem passar despercebidos para tanta gente, sua inspiração. Os textos são de uma beleza e simplicidade desconcertante, e cada um me tocou de forma única, em cantinhos diferentes da minha mente e alma, me transportando para momentos marcantes da vida, um pouco apagados pelo tempo, mas que estavam lá... esperando a hora de Maria Dolores Wanderley.

A Stella presente no título é a analista da autora, e essa última passa muitas horas da sua semana a caminho do consultório/esperando a hora. Neste tempo ela pode se preparar, fazer sua própria análise, se conhecer naquele tempinho livre; observar, escrever, criar sua arte...

E neste livro ela fala de tudo um pouco: amor, memória, tempo, cidade; é pouco provável que um leitor se depare com os poemas aqui presentes e não sinta nada, nem mesmo um aperto no peito por se identificar com algo ou um alívio pelo mesmo motivo.

O olhar dela sobre as pequenas coisas é muito bonito e até um pouco melancólico. Me identifiquei demais com sua escrita e já quero muito conferir outra de suas obras. 


"Girassóis

O amor tem mais de sete faces,
que não se revelam facilmente.
Uma bailarina me aponta o pé esguio,
vejo você. Os girassóis apontam:
Vejo você, vejo você desde sempre,
em todas as faces.
Afinal o mundo gira,
meu amor."



Além da poesia em texto temos ela em lindas fotografias ocupam metade do livro. O exemplar é muito bonito, tanto por "dentro" quanto por "fora". Uma escolha certeira para ler, para presentear e indicar a todos.

Enfim, super indico a leitura. Virou livro de cabeceira e com certeza lerei muitas vezes. Espero que tenham gostado do post e que leiam a obra. Se já leu, comenta aqui o que achou.

Um comentário :

Obrigada por comentar!