Favoritos de 2014 (em construção)

terça-feira, 4 de abril de 2017

A Última Camélia, de Sarah Jio

Autora: Sarah Jio
Título original: The Last Camellia 
Editora: Novo Conceito
Ano: 2017
Páginas: 374
Sinopse: Às vésperas da Segunda Guerra Mundial, o último espécime de uma camélia rara, a Middlebury Pink, esconde mentiras e segredos em uma afastada propriedade rural inglesa. Flora, uma jovem americana, é contratada por um misterioso homem para se infiltrar na Mansão Livingston e conseguir a flor cobiçada. Sua busca é iluminada por um amor e ameaçada pela descoberta de uma série de crimes. Mais de meio século depois, a paisagista Addison passa a morar na mansão, agora de propriedade da família do marido dela. A paixão por mistérios é alimentada por um jardim de encantadoras camélias e um velho livro. No entanto, as páginas desse livro insinuam atos obscuros, engenhosamente escondidos. Se o perigo com o qual uma vez Flora fora confrontada continua vivo, será que Addison vai compartilhar do mesmo destino?
Em 1803 a rainha da Inglaterra decreta uma verdadeira caça à uma camélia em específico que foi supostamente tirada de seu jardim particular. Essa camélia é de uma espécie muito rara, sendo assim muito valiosa. Middlebury Pink, esse é o nome da camélia, a mais cobiçada entre botânicos e traficantes de flores. Histórias contam que na Mansão Livingston possui em suas terras o último exemplar da espécie. Oscilando entre passado e presente A última camélia conta a história de duas mulheres e como elas estão envolvidas com o misterioso destino da flor.

Em 1940 somos apresentados à Flora, uma jovem filha de padeiros que sonha em ser botânica. Sem sua ajuda a padaria doa pais já teria falido, mas nem mesmo todos os seus esforços poderão adiar o inevitável. Seu último sacrifício para salvar o negócio da família é aceitar do Sr. Philip Price um emprego no Jardim Botânico de Londres, pelo menos foi isso que ela fez os pais acreditarem. Na verdade o Sr. Price a convenceu a aceitar um emprego de babá na Mansão Livingston, mas seu verdadeiro objetivo será descobrir onde a Middlebury Pink está escondida na mansão. 
“No entanto a árvore não floriu. Nem no primeiro, nem no segundo, nem no terceiro, nem no quarto ano. E, quando completou dez anos, a mulher perdeu a esperança de vez."

Rinocerontes seriam mais fáceis que as crianças Livingstons, palavras da governanta a Sra. Dilloway. Nicholas, Abbot, Katherine e Janie, com o pai sempre distante mesmo quando está perto, as crianças sempre conseguiram afugentar as babás com suas travessuras.  Com Flora não será diferente, mas será que as crianças conseguirão espantar uma babá determinada a salvar a família?

Em 2000 iremos conhecer Addison, órfã, paisagista em ascensão e casada com um rico aspirante a escritor. Com muita dedicação ela conseguiu se tornar uma das melhores paisagistas de Nova York, e também com muito esforço ela conseguiu construir um casamento feliz e protege-lo dos segredos de seu passado que ameaçam destruir sua paz. Para fugir das ameaças do passado ela resolve aceitar o convite do marido de ir para Londres conhecer a nova mansão dos pais, a Mansão Livingston. Na mansão ele se dedica a seu novo romance enquanto Addison vai se dedicar a explorar os jardins e os segredos da mansão enquanto se desdobra para lidar com seus próprios segredos.
“Você não pode mudar as escolhas do seu coração. Receio que esse fato seja a grande tragédia da minha vida."

A mansão abriga muito mais do que seus imensos jardins e inúmeras espécies. E as duas mulheres Flora e Addison, mesmo separadas pelo tempo, estarão cada vez mais ligadas pelos mistérios que envolvem a família e a mansão Livingston.

A Última Camélia é meu terceiro livro da Sarah Jio e não deixou a desejar. A escrita da autora como sempre me prendeu do início ao fim. Suas protagonistas são mulheres fortes, que em um momento da história precisam tomar uma decisão muito importante que irá mudar suas vidas completamente, e na hora não titubearam. A trama envolve as personagens de uma forma tão fluida que mesmo contando duas histórias simultaneamente, não as confundimos, mas uma vai completando a outra. Adorei a leitura e indico a todos! ♥ 






16 comentários :

  1. Olá Kamylla, tudo bem?
    Eu já li dois livros da Sarah, um eu amei, já outro, não gostei muito.
    Mas a escrita da Sarah é notável, e esse livro já está na lista.
    Adorei a resenha!
    Beijos!

    http://excentricagarota.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Esther,
      Eu já li As Violetas de Março e Neve na Primavera. Eu AMEI As Violetas de Março, e se eu tivesse de enumerá-los ficaria assim: 1º As Violetas de Março -- 2º Neve na Primavera e 3º A Última Camélia.
      Quais você leu dela?
      Beijão!

      Excluir
  2. Nunca li nada dá autora mas parabéns pela resenha e honestidade. Está muito boa. Irei incluir na lista.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?
    Não conhecia a autora, mas essa capa me encantou!
    A resenha ficou bem rica em detalhes e me convenceu a ler a obra.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  4. oie, infelizmente para mim esse foi o livro mais fraquinho dos que li da autora, e o drama das personagens pouco me comoveu, apenas um pouco o de flora, mas ainda assim, é uma trama bem construída e a sarah é sempre ótima. Espero que tenhamos mais obras dela aqui no brasil em breve.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Kamylla!
    Nunca li nada da Sarah.
    "A Última Camélia" parece ser um livro cheio de momentos de emoção. Mas confesso que a premissa não me atraiu. :/
    Livros que entrelaçam personagens no presente e no passado geralmente não me chamam atenção.
    Ainda assim, obrigada pela dica!
    Beijão!
    http://www.lagarota.com.br/
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir
  6. Olá,

    Nunca li nada da autora, sempre vejo várias pessoas indicando e falando super bem dos livros dela. Eu recebi o release desse livro e não sei, alguma coisa nessa capa me chamou a atenção, essa é a primeira resenha que leio sobre a obra e gostei do enredo da história, espero lê-lo em breve.

    ResponderExcluir
  7. Oi Ka!
    Não li nenhum livro da Sarah, mas sempre vejo otimas indicações. O pessoal fala muito sobre esse drama dela envolver e eu tenho curiosidade, só não ando muito na vibe disso no momento. Quem sabe depois, mas, Bangalo, me chamou mais atenção do que a sinopse desse, não vou negar.

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oiii tudo bem???

    Amo essa autora, e adoraria ler este, já está na minha lista de desejados, alem da linda capa.
    Amei sua resenha, e espero poder ler futuramente.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  9. Oiee ^^
    Acho tão legal quando as histórias se passam em épocas diferentes e os autores as intercalam. Lucinda Riley faz muito disso, né? Eu sou doida para ler os livros da Sarah, que parecem ser todos maravilhosos, pelo o que eu vejo por aí. Parece ser maravilhoso ♥
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem? Não conhecia a autora, mas fiquei bem interessada na trama. Essa questão de trazer duas histórias simultâneas que não confundem é um ponto muito positivo <3 Gostei de saber que temos sempre personagens femininas fortes. Isso só me anima mais ainda. Adorei <3
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Olá!!
    Ainda não li nenhum livro da autora e quando vi que nessa trama têm mistérios envolvendo a família fiquei curiosa! Confesso que o título não me atraiu, mas depois de ler a resenha mudei de opinião. "Você não pode mudar as escolhas do seu coração".
    Bjos,
    http://contosdacabana.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Olá!!
    Ainda não li nenhum livro da autora e quando vi que nessa trama têm mistérios envolvendo a família fiquei curiosa! Confesso que o título não me atraiu, mas depois de ler a resenha mudei de opinião. "Você não pode mudar as escolhas do seu coração".
    Bjos,
    http://contosdacabana.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi!
    Já tinha visto esse livro por ai mas não fazia ideia de qual seria a história dele e até que gostei da premissa. Achei interessante essa ideia de contar presente e futuro usando a flor como ponto de partida. A trama não me pareceu ser inovadora mas em compensação parece ser um livro gostoso de ler.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Oi kamilla, sua linda, tudo bem?
    Já tive a oportunidade de ler um livro da autora e amei, virei fã. Gosto muito quando os autores intercalam duas épocas, duas histórias e as conectam. Só por ter crianças no enredo ela já me ganhou, mas como sempre ela cria personagens femininas muito fortes e que carregam algum problema. Não vejo a hora de ler. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Ainda não li nada dessa autora. Mas a sua resenha me deixou suuuuuuuuper curiosa, o livro parece ser maravilhoso! Obrigada pela dica!
    Beijos :*

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!