Favoritos de 2014 (em construção)

sábado, 28 de maio de 2016

Sono, de Haruki Murakami

"Até então, eu achava que o sono era um tipo de morte. Ou seja, a morte seria uma extensão do sono. Em outras palavras, a morte era como dormir. Comparada ao sono, a morte era um sono bem mais profundo, sem consciência. Um descanso eterno, um blecaute. Era isso o que eu pensava."

Skoob || 120 páginas || Editora Alfaguara (Objetiva)
Sinopse: Ela era uma mulher com uma vida normal. Tinha um marido normal. Um filho normal. Ela até podia detectar algumas fissuras nessa vida aparentemente perfeita, mas nunca chegou a pensar seriamente nelas. Até o dia em que deixou de dormir. Então, o mundo se revelou. Um mundo duplo de sombras e silêncio; um mundo onde nada é o que parece. E onde ela não pode mais fechar os olhos. Sono é um conto de Murakami inédito no Brasil, com ilustrações de Kat Menschik. 



A protagonista de Sono sempre teve problemas para dormir, inclusive passou 20 dias sofrendo de grave insônia quando estava na faculdade, mas nada comparado ao que está passando agora. Sua vida se resume a cuidar da família, em uma rotina diária sem grandes acontecimentos. Uma noite, após ter um sonho lúcido aterrorizante, ela se vê incapaz de dormir novamente, e isso dura dezessete dias.

Nesses dezessete dias, a protagonista percebe que tanto seu corpo como sua mente estão mais enérgicos que nunca. Sua pele está ótima e seu intelecto também; nunca esteve tão lúcida, contrariando o que os médicos afirmam sobre passar muito tempo sem dormir. Ela é a prova viva de que estão errados. 

Passa seu tempo fazendo tudo o que sempre fez, na mesma velha rotina, porém, à noite, ela lê Anna Kerenina enquanto toma doses de bebida e come chocolate. Mas ela tem mais energia para gastar, e por isso resolve fazer caminhadas à noite ou sair sem rumo em seu carro. Em uma dessas noites, um pesadelo tem inicio. 


"É como se aquele eu que dormia diariamente não fosse eu, e que as lembranças daquela época não fosse minhas. "É assim que as pessoas mudam", penso. Mas as pessoas não percebem essa mudança. Ninguém as percebe. A não ser eu. Mesmo que eu tente explicar, creio que elas não vão entender, e tampouco farão esforço para tanto. Mesmo que acreditem, não entenderão como me sinto, que é o mais importante. Para elas sou uma pessoa que aterroriza o mundo racional. Mas eu realmente mudei."



Haruki Murakami desenvolve aqui uma estória curta, porém repleta de reflexões, tanto sobre o cotidiano, sobre leitura e sobre o sono, tema central.

Ao passar 17 dias sem dormir nem um minuto sequer, esperava-se que a protagonista tivesse algum problema em decorrência disso, como um declínio na saúde física e mental. Porém, o que encontramos é uma mulher cada vez mais lúcida, questionadora e forte, que não quer mais viver apenas a rotina e começa a mudar aos poucos seu dia a dia. Ela questiona seu casamento, sua adolescência como leitora voraz (sobre as horas que passou lendo livros e em quê isso vai ajudá-la um dia), sua relação com o filho etc.

Essa foi uma leitura extremamente rápida e fácil, porém me trouxe muitas coisas sobre as quais pensar. A escrita do Murakami neste livro (e é o primeiro que leio do autor) foi super simples, de fácil entendimento mesmo. É uma trama realmente imprevisível, e cuja protagonista (é narrado em primeira pessoa) não é totalmente confiável.

O autor cria uma áurea de mistério e tensão, e de perguntas não respondidas; o desfecho foi bem construído, porém o livro acaba de forma abrupta, deixando o leitor com suas teorias totalmente no escuro. Eu geralmente não tenho problemas com finais em aberto, mas depende da obra, e no caso de Sono, eu realmente queria que minhas dúvidas fossem sanadas.

O livro possui lindas ilustrações de Kat Menschk ao longo de suas páginas. Eu li em formato digital, mas acredito que a edição física seja em capa dura. Espero adquiri-lo, pois definitivamente quero esse livro em minha coleção para futuras releituras.


Já conhece o autor? Quais outros livros dele você indica?

Haruki Murakami (村上春樹 Murakami Haruki, nascido em 12 de Janeiro de 1949), em Quioto, Japão, é um popular escritor e tradutor. Frequentou a Universidade de Waseda, em Tóquio, dedicando-se sobretudo aos estudos teatrais. Antes de terminar o curso, abriu um bar de jazz chamado Peter Cat, à frente do qual se manteve entre 1974 e 1982. Em 1986, partiu para a Europa e depois para os EUA, onde acabaria por se fixar. Escreveu o seu primeiro romance - Hear the Wind Swing - em 1979, livro ainda não traduzido para português, mas seria em 1987, com Norwegian Wood, que o seu nome se tornaria famoso no Japão. Escritor particularmente influenciado pela cultura ocidental, Murakami traduziu para o japonês obras de F. Scott Fitzgerald, Truman Capote, John Irving e Raymond Carver.

33 comentários :

  1. Muito interessante esse livro. Achei a história muito curiosa e quero ler para tirar minhas próprias conclusões. Gostei muito da sua resenha. - Joanna Amaro.

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Nunca li nada do autor, mas esse livro eu achei interessante. A história é diferente, e apesar de não gostar de finais abertos, eu adoraria fazer a leitura dessa obra.
    Ótima resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que tenha a oportunidade de ler, Jess :D

      Excluir
  3. Essa é a primeira resenha que leio desse livro e achei a premissa interessante.Vou procurar mais informações. Legal saber que apesar de curta, possui boas reflexões...
    Boas leituras para nós!
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  4. Oi, como vai?
    Não conhecia nem o livro, nem seu autor. Achei a premissa interessante, e essa é a primeira resenha que leio sobre o livro. A minha lista de leita já estar gigantesca, mas sempre cabe mais um. Obrigada pela dica e parabéns pela resenha.
    Boas leituras para nós!
    http://www.cristinadeutsch.org/
    Saudações literárias.
    Beijos no ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! É uma leitura que vale super a pena, Cris! Espero que você tenha a oportunidade de ler.
      Beijos!

      Excluir
  5. Murakami é incrível, tive contato com sua escrita e foi amor logo de primeira... Sono está em minha lista de próximos livros dele pra ler... e a edição física deve ser linda... o enredo de Sono me atraiu bastante... me peguei pensando em passar 17 dias sem dormir kkkkkkkkkkk
    bjs, Gaby <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Incrível mesmo, né?! Fiquei louca para ler mais obras dele. Quais você me indica para continuar?
      Eu vi a edição física na livraria e fiquei babando!!! Mas infelizmente estava sem verba $$ haha.
      Espero que você leia, Val! Algo me diz que irá amar ;)
      Beijos, linda! <3

      Excluir
  6. São tantos títulos que não conhecemos, mas infelizmente esse não me chamou atenção! Quem sabe um dia mas no momento não e ótima resenha.

    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
  7. Oiii Gabrielly, tudo bem?
    Que livro interessante, no começo não pensei que despertaria tanto meu interesse, mas lendo sua resenha só fiquei curiosa para saber o desfecho dessa história, sua resenha está ótima.
    Beijinhs

    ResponderExcluir
  8. Oie, tudo bem? Não tinha ouvido falar deste livro ainda, parece bem interessante e sua resenha me deixou curiosa pra ler, espero ter uma oportunidade logo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!! Fico feliz que tenha se interessado por Sono! Espero que tenha a oportunidade de ler em breve.
      Beijos!

      Excluir
  9. Não é o meu tipo de leitura, mas eu achei muito interessante todo o enredo e com certeza vou dar uma chance pra essa leitura.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá,

    Nossa que premissa maravilhosa, fiquei muito curiosa para saber o porque da protagonista não conseguir dormi e porque quando ela consegue ela fica super bem e etc. Realmente parece um livro que traz uma reflexão oculta em seus significados e isso é muito bacana. Espero poder ler em breve.

    Abraços
    colecoes-literarias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito boa mesmo, né? Quando ler vem me contar o que achou :D
      Beijos!

      Excluir
  11. Esse livro me lembrou um episódio de Doctor Who haha achei a premissa bem interessante com essa coisa do sono e acho a capa bem bonita. Vou deixar na minha lista!
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já fiquei maluca para assistir esse ep de Doctor, hein! <3
      Beijos

      Excluir
  12. Enredo instigante, me chamou bastante a atenção lendo a sua resenha. Uma boa dica e oportunidade de conhecer esse autor. Bjs

    ResponderExcluir
  13. Uau, parece ser uma daquelas leituras que agarra o leitor em uma trama bem amarrada.
    Gostei bastante e me interessei pela obra. Quero ler AGORA hehehe

    ResponderExcluir
  14. Oi. Nunca vi esse livro antes, mas gostei muito do que li na resenha, sinopse e a capa também, é bem o perfil de livro que gosto de ler e comprar, quero saber tudo o que aconteceu a personagem durante esses 17 dias de insônia. Outra coisa, a temática não é batida, totalmente original. Gostei! :D

    ResponderExcluir
  15. Oie, tudo bem? Que livro mais interessante, fiquei muito curiosa pela temática abordada. Acredito que seja porque eu sou uma daquelas pessoas que têm problema para dormir, tem dias que são 4 horas da manhã e o sono ainda não veio. Já fiquei dois dias acordada, e realmente o que acontece é que começamos a pensar na vida, vem mil e uma ideias na cabeça, acontece tudo, menos o sono haha Excelente resenha! Beijos, Érika ;)

    ResponderExcluir
  16. Oi Gabrielly.
    Nunca ouvi falar desse livro ou do autor. Apesar de não ser meu estilo de leitura, sua resenha me deixou bem curiosa quanto a história e como ela se desenvolve. Vou anotar a dica.

    Beijos
    http://aventurandosenoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Taí um livro que me chamou MUITO a atenção. Adorei, a premissa, adorei o texto destacado, adorei sua resenha e adorei o mistério nele inserido. Já adicionando na minha lista de desejados.
    Abs
    NI
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  18. Gostei muito do enredo. A capa e o título chamam bastante atenção e você abordou a obra de forma muito bacana. Certamente é um livro que eu leria.
    Abraço;

    http://estantelivrainos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Oi Gab, sua linda, tudo bem?
    Nunca vi um enredo como esse, achei super diferente. Gostei muito que ao ficar acordada ela terá energia para repensar em sua vida e sobre como isso desperta questionamentos no leitor. Dica maid od que anotada. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Oie!
    Fiquei curiosa com a obra, achei a premissa bem diferente, assim como a capa, mas queria saber mais sobre a estória se há algo além da personagem não dormir e ao invés de se sentir mal ela se tonar mais reflexiva e enérgica, pq se for só isso eu não fiquei interessada :/
    Beijos,
    Andy - StarBooks

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!