Favoritos de 2014 (em construção)

sábado, 6 de fevereiro de 2016

O Gigante Enterrado, de Kazuo Ishiguro


"Tem muitas coisas que não me importo nem um pouco que se percam na névoa, mas é cruel quando não conseguimos nos lembrar de algo precioso assim."




Axl e Beatrice são um casal de idosos que vivem isolados em um abrigo formado por tocas. Lá, as pessoas vivem do próprio trabalho; plantando e colhendo de um solo duro. Vivem de forma harmoniosa, tirando um evento ou outro quando um ogro ou outra criatura monstruosa resolve dar as caras e assustá-los. Porém, isso é o de menos. Viveriam de forma ainda mais pacífica se suas memórias parassem de lhes pregar peças. Acontece que as pessoas estão se esquecendo, e não da forma corriqueira como todos nós esquecemos uma ou duas coisas. Eles estão perdendo suas memórias aos poucos; assuntos de horas atrás, mas também assuntos de anos antes. Coisas que fizeram deles o que são hoje. 

A época em que se passa essa história é um mistério para os leitores, mas como nos entrega o narrador: não  estamos muito além da Idade do Ferro, na Grã-Bretanha. 

Axl e Beatrice tiveram um filho, e apesar de não conseguirem lembrar com propriedade de seus traços nem o que o levou para longe, decidem ir visitá-lo, pois acreditam que ele more em uma aldeia vizinha à deles. As surpresas que essa viagem reserva para o amoroso casal parecem não cessar nunca. 

O caminho que percorrem é vez ou outra interrompido por alguma criatura sobrenatural e pessoas misteriosas que não deixam transparecer o que são de verdade ou o que querem. Mas são surpreendidos também por amizades improváveis que vão surgindo em meio às provações que eles passam; um jovem guerreiro chamado Wistan que está realizando uma missão cujo rei ordenou; um ancião em  uma aldeia que os oferece abrigo; um velho cavaleiro do rei Arthur chamado Gawain

Os perigos que o casal enfrenta são os mais variados, porém o amor que os unem e a coragem que possuem, além da ansiedade em reencontrar com o filho, faz com que suportem as mais difíceis investidas do destino. Lutam também para lembrar fatos do passado que podem ter, em alguma época, abalado o amor que sentem. Porém, algumas coisas deveriam permanecer encobertas pela névoa, que logo descobrem ser realmente a causa para parte do esquecimento. 


"Eu me pergunto se, sem nossas lembranças, o nosso amor não está condenado a murchar e morrer." 


Pode parecer loucura, mas me senti abraçada enquanto lia esse livro. Senti um quentinho no coração durante os dois dias que levei para lê-lo. Kazuo Ishiguro, renomado romancista japonês, tem um dom maravilhoso com as palavras. Sua narrativa me envolveu como mágica; me trazendo uma nostalgia boa e, vez ou outra, uma emoção indescritível. 

Com ar de fábula infantil, e trazendo um teor dramático forte, é uma narrativa bem metafórica; cabe o leitor interpretar o que está sendo escrito do jeito que quiser ou lhe parecer adequado. O autor usa muito do simbolismo.
Um tipo de livro onde é necessário se ler as entrelinhas, pois há mais ali do que o autor deixa transparecer no momento. É narrado em terceira pessoa, mas em certo momento acompanhamos o ponto de vista em primeira pessoa de um personagem em especial. 

Como uma fantasia, o livro possui seres mitológicos bem conhecidas entre os leitores do gênero: fadas, ogros e dragões, entre outros. 

É um livro bem descritivo, porém de tal forma que o autor consegue nos fazer imaginar cada coisa, sentir cada cheiro e admirar as paisagens junto aos personagens. É incrível. Em contrapartida, sentimos a dor deles também. Algo que me marcou foi a paixão, dedicação e compreensão que Axl tem para com a esposa, chamando-a sempre de princesa.

O mistério que envolve a Névoa do Esquecimento está presente em cada página, mas o autor não foca exageradamente nessa premissa inicial. O Gigante Enterrado é mais que um livro sobre memória, guerra e morte. Se prestarmos a devida atenção, iremos nos deparar com assuntos tão ou mais importantes e recorrentes nos dias de hoje, tratados de forma tão bela e poética por Ishiguro que embalam o leitor. Muitas vezes senti como se conversasse com o próprio. 

O final, devo dizer, é emocionante. Um desfecho inesperado e arrasador que me levou à emoção; eu que não me rendo tão fácil senti as lágrimas brotarem enquanto lia o fim dessa maravilhosa jornada.

Não quero entrar em detalhes sobre a edição, que é visualmente maravilhosa. Porém encontrei alguns erros de revisão. Poucos, porém grotescos, o que não é do feitio da editora Companhia das Letras deixar passar. 

Livro mais que indicado a todos, independente da idade. Nem preciso dizer que entrou para os favoritos da vida, preciso? 

Espero que a névoa do esquecimento nunca recaia sobre a experiência que tive lendo O Gigante Enterrado. Quero lembrar para sempre deste livro.
 E espero também que minha resenha tenha despertado alguma curiosidade em vocês. :) 

37 comentários :

  1. Olá Gabrielly, esse livro parece ser bem legal e diferente, além de ter uma capa linda *-* Espero poder lê-lo em breve.

    Visite "Meu Mundo, Meu Estilo"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito booom! Espero que leia mesmo e goste bastante :)

      Excluir
  2. Gostei muito da ideia apresentada na sua resenha! Eu já havia visto antes esse livro e achado a capa dele linda, mas acabei deixando pra lá por ainda não conhecer a estória dele, mas agora que entendi melhor do que se trata fiquei realmente interessada. :)

    http://magoevidro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, Tisa! Espero que curta bastante a leitura!
      Beijos

      Excluir
  3. Amei sua resenha, ela destaca elementos bem interessantes...
    Já havia visto o livro antes, mas ele não havia me chamado muito a atenção,
    mas depois de ter lido tantos pontos positivos por aqui acabei ficando curiosa.
    É tão bom quanto um livro desperta tantas sensações e emoçoes boas em nós,
    fico feliz que esse tenha sido bom pra você.

    Bjos
    Delmara Silva
    Sou bibliófila

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou <3
      Foi uma experiência de leitura maravilhosa.
      Beijos

      Excluir
  4. Esse livro é muito gostoso de ler e realmente traz uma sensação boa de aconchego. Linda resenha! Traduziu bem a idéia da história! Beijos!
    http://www.lostgirlygirl.com

    ResponderExcluir
  5. A história parece amorosa demais, uma fofura! ^^ Ah, imagino todas as aventuras dos dois e as pessoas que cruzam seus caminhos, assim como criaturas! Mega curiosa referente ao fim da historia! ^^
    Beijos, Min

    ResponderExcluir
  6. OI, tudo bem?
    A sua resenha realmente despertou uma grande curiosidade em mim, pois eu ainda não conhecia o livro e nem o autor, e saber que a historia foi capaz de te levar as lagrimas me deixa ansiosa para poder conhecer o livro, pois sei que também irei me emocionar e tirar boas lições dele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz por isso!
      Realmente espero que goste :D
      Beijos

      Excluir
  7. Ainda não tinha ouvido falar do livro mas já quero!!! Adoro descrições que nos fazem imaginar as cenas, as pessoas, os lugares. E claro, adoro um mistério, logo, este livro tem os elementos básicos para me conquistar. Quero conferir em breve!!!
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Gente, que capa linda ♥
    Não conhecia o livro mas achei a história bem curiosa e ao mesmo tempo, interessante. Achei muito legal essa coisa de fantasia com uma carga enorme de drama, seus toques de romance, mistério e sempre uma lição a mostrar.
    Como não sou muito fã de dramas e romance, eu até diria que não sei se leria. Mas pelos elementos fantásticos, acho que a obra merece uma chance.
    Abraços!
    https://blogladoescuro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Achei a capa brilhante, me chamo muito atenção e pelo o que você mesmo disso, a história parece ser muito emocionante, e o que me despertou mais o interesse foi o fato de ter um final surpreendente. Só fiquei triste em saber que a Companhia das Letras deixou passar erros grotescos.
    Abraços e que a Força esteja com você!
    http://www.paradageek.com/

    ResponderExcluir
  10. Gostei de tanta coisa na sua resenha que não sei nem por onde começar. A capa é linda e eu adoro fantasia. Elementos sobrenaturais me prendem e muito em uma história. Adorei todo o suspense que envolve o personagem e o fato de saber que o livro emociona tanto.
    Quero muito ler e acho que será uma das minhas próximas aquisições.
    Bj
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  11. Essa é a segunda resenha que leio desse livro, e claro que me deixou ainda mais animada para ler. Antes de tudo, preciso dizer que amo dragões, e só a presença desses seres seria suficiente pra me deixar louca pela história. Adorei isso de você se sentir abraçada, sentir um quentinho no coração, e do livro ter se tornado um dos seus favoritos da vida. Não sabia desses erros de revisão, é uma pena, realmente não é frequente a editora deixar passar... mesmo assim quero ler assim que possível!

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  12. Ola..assim que vi o nome do titulo do post pirei aqui. Ia comprar esse livro mes passado mas estava muito caro 😢 Um livro bem simples mas a premissa é bem forte e a capa dele é linda. Sua resenha esta perfeita!

    Beijão da Lari
    brilliantdiamond-bg.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Amei essa capa, muito linda! E adorei saber que é quase uma fábula, eu adoro esse tipo de trama, pois são leituras leves e rápidas. Gostei de saber do toque sobrenatural, com certeza é um livro que eu pegaria para ler. Adorei sua resenha, está linda! <3
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  14. Primeiro eu adorei a capa, acho que ela cumpre muito bem esse objetivo de ser tipo uma fábula e com a escrita rica em simbolismos, e ser escrita por um japonês desperta uma curiosidade para saber o que ele traria de diferente, principalmente por se tratar de uma história com toque sobrenatural.

    http://deiumjeito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Eu quero muito ler este livro, parece ser tão bom! Sua resenha me deixou mais curioso ainda! Espero poder ler algum dia desses!!

    Abraços & até!!

    lendoferozmente.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Oieee flor! Que livro interessante, com esse toc sobrenatural e essa capa linda, me deixou com vontade de ler. O que mas me chamou a atenção foi o fato deles perderem as memórias gradativamente.

    http://viajandoentrecitacoes.blogspot.com.br//

    ResponderExcluir
  17. Olá Gabrielly,
    Espero que você se lembre desse livro para sempre.
    Quando o vi em uma livraria pensei que me sentiria abraçada por ele também e que ele me traria um calor no peito, fico feliz em saber que você sentiu isso, me animei demais!
    A história parece ser reconfortante e estou muito curiosa para ler.
    Além disso, achei essa edição magnífica.
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim <3
      É uma narrativa que embala o leitor de uma forma indescritível.
      Beijos!

      Excluir
  18. Desde que vi esse livro pela primeira vez, enlouqueci. No início, o que me chamou a atenção foi apenas a parte gráfica, achei lindo e super interessante. Mas depois, quando fui atrás da sinopse e de quem era o autor, fiquei mais empolgada ainda. Já peguei ele nas mãos inúmeras vezes, mas acabo nunca podendo comprar. Aí quando você diz que o desfecho é emocionante, nossa era o que faltava. Acho que vou me dar de presente esse, e os outros 2 livros dele.

    ;D
    Profissão: Leitora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quero muito continuar lendo os livros dele!! Quero, principalmente, o Não Me Abandone Jamais, pois só o título já me deixa chorosa kkk.
      Beijo <3

      Excluir
  19. Oi tudo bem?
    Não conhecia o livro, e acho que nunca li nada de algum autor japonês. Achei a premissa do livro interessante e gosto de histórias que passem mensagens e reflexões.
    Ótima resenha
    Beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Gaby! Achei perfeito você dizer que se sentiu abraçada enquanto lia o livro! :) Eu me senti assim também. Nossa, esse com certeza entrou para a minha lista de livros preferidos. Já publiquei uma resenha sobre ele no meu blog, você viu?
    Beijo grande,
    Mona

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vi sim, Mona! Foi justamente sua resenha o empurrão que faltava para eu comprar o livro! E te agradeço por isso, viu? Entrou para os meus favoritos também :D
      Beijos

      Excluir
  21. Olá!

    O livro tem uma capa muito chamativa, e mesmo a sinopse não atraindo minha atenção, eu o leria só por essa capa incrível. Eu gosto muito de um livro que abordar assuntos condizentes pelo os quais passamos no dia-a-dia. Nunca li nada do autor, mas estou curiosa sobre essa estória.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. Oiee!
    Eu tenha uma imensa vontade de ler esse livro, ele me desperta muita curiosidade.
    Amo essa capa, amei sua resenha.

    luadeneon.com

    ResponderExcluir
  23. Oi, Gabi! Eu to simplesmente encantada por esse livro, a premissa dele é espetacular. Acabei comprando de presente pro meu namorado (que também estava louco pra ler), mas ele demora demais e já estou em cólicas de tanta ansiedade!

    Beijos, Maria.

    ResponderExcluir
  24. Oi Gabrielly, esse livro está na minha lista há meses. Tenho muita vontade de ler e de ver o bem que esse livro te fez quero mais ainda! O Gigante Enterrado só tem ótimas resenhas e realmente é um livro muito bonito pelo que todos dizem além da capa. Gostei muito da sua resenha!Bjs

    ResponderExcluir
  25. Oiee, tudo bem?

    Adoro livros com metáforas. Apesar do ar de fábula infantil, acho que a leitura funciona melhor para um publico não tão jovem, né? =) Só nesta semana que passou a sua resenha é a terceira que leio sobre esse livro. E olha que eu nem sabia dele. Fiquei curiosa para conhecer a escrita da autora. A diagramação é linda, com essa lateral das folhas azuis também.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  26. Olá

    Segunda resenha que leio desse livro e fiquei me perguntando porque não li ainda, por ser de autor japonês minha vontade de ler aumentou mais ainda,pois essa é uma cultura que gosto bastante,tanto de livros,mangás,doramas, espero conseguir finalmente ter e ler ele em breve.

    Bjss

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!