Favoritos de 2014 (em construção)

domingo, 15 de novembro de 2015

Resenha|| Zac & Mia - A.J. Betts

Autor(a): A. J. Bets
Gênero: Sick-Lit, Jovem Adulto
Nro Páginas: 288
ISBN: 9788581637716
(4/5) 

Sinopse:
A última pessoa que Zac esperava encontrar em seu quarto de hospital era uma garota como Mia - bonita, irritante, mal-humorada e com um gosto musical duvidoso.
No mundo real, ele nunca poderia ser amigo de uma pessoa como ela.

Mas no hospital as regras são diferentes. Uma batida na parede do seu quarto se transforma em uma amizade surpreendente.

Será que Mia precisa de Zac? Será que Zac precisa de Mia? Será que eles precisam tanto um do outro?

Contada sob a perspectiva de ambos, Zac e Mia é a história tocante de dois adolescentes comuns em circunstâncias extraordinárias.



"Quando estamos juntos ninguém cai, desaba ou desiste."


Zac Meier tem 17 anos e está internado em total confinamento junto apenas de sua mãe, que não larga do seu pé. A vida no hospital é totalmente sem-graça e sua rotina é entediante. Ele passou por um transplante de medula, depois que seu câncer se recusou a responder às quimioterapias, e agora precisa ficar trancado em um quarto esterilizado esperando e torcendo para que seu corpo aceite a novidade. 

Sua rotina, que se resume a jogar palavras cruzadas com sua mãe e ter suas fezes monitoradas por enfermeiras, é quebrada quando uma novata ocupa o quarto 2, ao lado do seu. 

Mia Phillips também tem 17 anos, e seu câncer é na perna. Mal-humorada, bonita e totalmente contra qualquer cirurgia que tentem fazer antes de sua formatura, dali a pouco tempo. Logo no primeiro dia testa a paciência de Zac colocando Lady Gaga para tocar no último volume. Quem ela pensa que é? 

Logo eles vão aprendendo mais um sobre o outro durante o tempo que estão ali, seja por gritos e discussões familiares no quarto de um, ou uma espiada no quarto do outro. Ou também com o código só deles, batidas na parede às  3 da manhã podem significar muito.

Mia não consegue aceitar a realidade de sua doença. Zac já está a tanto tempo ali que não consegue mais lembrar de outra realidade. Ambos estão doentes. Ambos precisam conversar. Mas parece que o Zac está disposto a fazer alguma coisa... 



Narrado sob dois pontos de vista diferentes e com 39 capítulos, dividido em 3 partes, Zac & Mia é um sick-lit com todas as características presentes no gênero, mas possui a particularidade de não possuir um romance iminente.

Zac tem leucemia e está a meses passando por diversos tratamentos; agora se recuperando de um transplante de medula em um quarto pequeno e totalmente esterilizado tendo como companhia sua mãe, que nunca vai para casa. Zac aceita sua realidade, ele está nas estatísticas. Não tinha como ser diferente. São números. E ele se agarra nesses números para, quem sabe, estar entre os sobreviventes também. 

Já Mia não aceita de jeito nenhum o rumo que sua vida tomou. Ela era uma garota bonita, forte e popular. O tipo de garota que causa inveja nas colegas e que está sempre em destaque nas festas, chamando atenção por onde passa. E agora, puff, está com câncer e seus cabelos estão caindo; além de ter que lidar com uma possível amputação. Não é fácil para ela acompanhar esse desenrolar e não poder fazer nada para pausar os acontecimentos e recuperar sua vida de aparências.

Os dois personagens não possuem nada em comum além do fato de estarem doentes e no mesmo corredor do hospital.  Zac vive em uma fazenda com sua família amorosa e unida. Mia vive apenas com sua mãe, em uma relação baseada em brigas e mais brigas.

O Zac faz de tudo para ajudá-la, tirando força de onde já não tem para fazer com que ela se sinta melhor, bonita e interessante, sem querer nada em troca. E por ajudá-la tanto, acaba esquecendo um pouco seus próprios dramas, se doando para a garota que, sem mais nem menos, invade sua vida sem se importar com as pessoas que fere no caminho. 



A narrativa tem um ritmo frenético do começo ao fim, o que faz com que o leitor devore suas páginas em pouquíssimo tempo. 

Apesar de ter feito a leitura em poucas horas, algumas coisas me incomodaram no livro. 
A personagem Mia é muito, muito chata e por vezes egocêntrica ao extremo! Ok, ela está passando por um momento horrível em sua vida, e não pode de uma hora para a outra aceitar isso e pronto. Mas a autora quis mostrar isso de uma forma que, para mim, deixou os capítulos da personagem bem repetitivos.

O Zac foi um personagem bem construído e com capítulos rápidos e gostosos de ler. Ele tem seus momentos de rebeldia adolescente, mas são coerentes e vêm em momentos oportunos. Nada nele é forçado, ao meu ver. 

A escrita da autora é boa; simples e de fácil compreensão. Mantem certa previsibilidade no enredo, e introduz humor irônico e drama nos pontos certos. A personagem da Mia não me convenceu, mas todos os outros pontos foram bem construídos. Inclusive a reviravolta nos últimos capítulos, que contribuiu com o final fechadinho, mas que deixa o leitor livre para imaginar além

Como um exemplar do já tão explorado Sick-Lit, o livro não foge muito além do que já esperamos. É mais um livro com adolescentes com câncer, sim, mas o segredo está nas características desses adolescentes, em suas atitudes e na maneira que encontram para lutar contra a doença. Por não possuir um romance logo de cara, a autora mostra que não precisa disso para prender seus leitores.


A edição está muito bonita e eu amo essa capa! A diagramação é ótima, bom espaçamento e letras de tamanho confortável. O trabalho de revisão está muito bom, também, e possui algumas notas de rodapé super bem-vindas! 

Para os fãs do gênero, mais uma boa leitura para a lista! 

17 comentários :

  1. Eu quero muito ler esse livro, e a cada resenha fico mais curiosa!!!
    Beijos

    http://myself-here1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá lindona,

    O livro deve ser bem suave de ler já que falar do mundo dos adolescentes acrescentando dramas pessoais que mostram perspectivas diferentes em relação ao mesmo conflito.

    Não gosto de personagens egocêntricos e que parecem viver em vida não real e essa guria do livro deve ser chata como a Hazel de A Culpa é das estrelas.

    Beijocas!
    poesiaqueencantavida.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oieee, eu não gostei desse livro, achei ele irritante...

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  4. Olá :) Gostei muito da sua resenha, ficou ótima! *-* Acho que é a primeira resenha que leio sobre esse livro. Gostei muito do enredo, o drama dos personagens deve ser tocante, existem muitos livros nesse estilo. A história parece ser agradável e jovial, despertou meu interesse. :) Beijos!
    Blog: http://my-stories-wonderful-books.blogspot.com.br/
    Página: https://www.facebook.com/BlogWonderfulBooks/

    ResponderExcluir
  5. Essa capa é muito lindinha, só que esse tema já está muito explorado, já li vários livros parecidos e os dois ultimos que li nesse esltilo já nem gostei tanto. To esperanado passar um tempo para poder ler mais livros nesse estilo. Bjs

    ResponderExcluir
  6. Gabrielly, eu tenho os dois pés atrás quando se trata de sick-lit, mas estou bem curiosa para ler esse livro.
    Sei que ficarei com bastante raiva da Mia e encantada pelo Zac pelo que você contou, mas preciso da leitura por minha própria conta.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  7. eu não consigo me sentir atraída por esse livro =/

    ResponderExcluir
  8. Oi Gaby, eu estou com esse livro para ler aqui e só não peguei por falta de tempo mesmo, mas estou super curiosa para ler e já ouvi falarem tão bem do livro que me deixa com mais vontade ainda. Parabéns pela sua resenha!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  9. Quero ler esse livro por conta do nome da personagem ser igual ao meu, porém não sabia que ele é um sick-lit. Agora fiquei com um pouco menos de vontade. Mas tua resenha tá legal, então ainda darei uma chance a ele.

    ;*

    ResponderExcluir
  10. Oii eu tenho uma certa ressalva com o gênero por ser uma chorona nata... mas adorei sua resenha, acho que foi a melhor que li desse livro e vc me empolgou para ler, apesar de imaginar o final... Coloquei ele na lista.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  11. Oi, não conhecia o livro ainda. A temática dele não me chama muito a atenção, apesar de ter gostado das cores da capa. É um livro que eu me sentiria muito incomodada lendo. Por ser algo pessoal, infelizmente.
    Enfim, espero que outros leitores possam se divertir e se dar bem com a Mia.

    Beijos,
    Miih e o Mundo Literário

    ResponderExcluir
  12. Oie, tudo bom?
    Li esse livro recentemente e achei a história OK. Também achei a Mia uma personagem bem chata e irritante. Não consegui simpatizar com ela em nenhum momento, ao contrário do que aconteceu com o Zac. Gostei do desfecho também e da forma como a autora escreveu a história. Esperava um pouco mais da narrativa, mas no geral foi uma leitura interessante.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Que caaapa é eeessa?! <3 Apesar do meu amor à primeira vista pela capa,o livro não parece o estilo que eu leria,toda essa coisa de amor-superação-e-cancer e não me agrada muito,mas,para quem curte o estilo,parece legal.

    ResponderExcluir
  14. Oii, tudo bem?
    Quero muito ler esse livro, dizem que é muito bom. Amei a resenha.
    Amei o post.
    ♡♥ Bjs da Mary♡♥
    http://leiturasdamary.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Amo esse livro e adorei as fotos! Nossa, me bateu uma vontade de reler ele! Droga, quero reler! Amei a resenha, parabéns!!

    Abraços e até!

    http://lendoferozmente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olá

    Gostei da resenha e da premissa do livro,gosto de livros sick-lit, e o fato de não tem um romance logo de cara nessa história me agradou,porque assim a autora foca em outras questões.

    Bjss

    ResponderExcluir
  17. Olá! Gostei muito da sua resenha, achei legal a premissa. Quem sabe não dou uma oportunidade pra ele.
    Abraços!

    cafelivrosseries.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!