Favoritos de 2014 (em construção)

segunda-feira, 24 de julho de 2017

O Sorriso da Hiena, de Gustavo Ávila

Autor: Gustavo Ávila
Editora: Verus
Ano: 2017
Páginas: 266
Skoob
*Exemplar recebido em parceria com a editora
Sinopse: É possível justificar o mal quando há a intenção de fazer o bem? Atormentado por achar que não faz o suficiente para tornar o mundo um lugar melhor, William, um respeitado psicólogo infantil, tem a chance de realizar um estudo que pode ajudar a entender o desenvolvimento da maldade humana. Porém a proposta, feita pelo misterioso David, coloca o psicólogo diante de um complexo dilema moral. Para saber se é um homem cruel por ter testemunhado o brutal assassinato de seus pais quando tinha apenas oito anos, David planeja repetir com outras famílias o mesmo que aconteceu com a sua, dando a William a chance de acompanhar o crescimento das crianças órfãs e descobrir a influência desse trauma no crescimento delas. Mas até onde William será capaz de ir para atingir seus objetivos?

David tinha 8 anos quando presenciou o assassinato de seus pais. Era noite quando um homem invadiu sua casa, amarrou toda a família, dispôs as cadeiras de forma que David ficasse de frente para seus genitores e os matou brutalmente, fazendo a criança assistir cada minuto daquele espetáculo perverso.

Agora, 24 anos depois, David tem uma pergunta e necessita de respostas; será que todas as crianças que presenciaram cenas como a de sua infância ou tiveram algum contato com a crueldade se tornariam o que ele mesmo se tornou, um assassino? Afinal, de onde vem o mal? E é possível justificá-lo quando há a intenção de fazer o bem? Teria ele sido um homem diferente caso nada daquilo tivesse acontecido? Para responder essas perguntas ele entra em contato com William, um psicólogo que se tornou famoso em sua área quando abordou o assunto em sua tese de doutorado. 

O acordo seria o seguinte: David reproduziria com 5 famílias com crianças de 8 anos exatamente o aconteceu com ele 24 anos antes, nos mínimos detalhes, e caberia a William, psicólogo infantil, o papel de acompanhar e estudar cada uma delas até a idade adulta, conseguindo então uma base consistente para levar sua tese a outro patamar, algo que ele acreditava ser impossível. A primeira família já foi, e mesmo que William não aceite o acordo, David não irá parar.
"Era impossível distinguir o motivo do brilho nos olhos atrás da máscara. Havia, ao mesmo tempo, algo de vivo e de morto em seu jeito de olhar. Ainda segurava o alicate, e as gotas de sangue que escorriam da língua explodiam ao tocar o chão."

Agora o psicólogo se vê em uma situação que desafia sua própria sanidade. De um lado, a oportunidade de realizar um feito que não só o traria fama, o que é quase irrelevante, mas seria uma realização profissional e pessoal de grandeza imensurável para ele; do outro lado, o comprometimento com algo totalmente insano, que pode não só destruir tudo o que ele achava acreditar, mas torná-lo parte de uma dança macabra com vítimas fatais e crianças indefesas ficando órfãs, na mão de um serial killer do qual ele se tornaria cúmplice. Quando a balança pende para esse segundo lado, o massacre tem início.

O detetive escalado para cuidar do caso é Arthur, que tem síndrome de Asperger e é totalmente meticuloso em suas investigações. Quando o primeiro caso de uma família destruída por um assassino brutal vem à tona, ele e sua equipe não esperava realmente por outros (quem esperaria?) até que ele age novamente, e outra vez, e outra. Agora, Arthur está atrás de um serial killer que parece estar anos luz à frente da própria polícia, e precisa detê-lo antes que ele tenha a chance de matar outra vez.


Vocês conseguiram captar as implicações morais da relação entre David e William? O quanto isso é perturbador? As questões que Gustavo Ávila fez surgir neste que é seu primeiro livro são de uma grandeza espetacular, e insana também. Então daqui podemos ver que o livro não foca cem por cento na busca pelo culpado, mas em suas motivações; e também acompanhamos o surgimento de um segundo culpado, um que não precisa segurar um alicate ou amarrar suas vítimas, mas que compactua com tudo isso. A habilidade do autor em desenvolver esses personagens é incrível, e mais incrível ainda é que Ávila faz tudo isso e muito mais com uma linguagem ágil e envolvente, criando tantas reviravoltas que é improvável que um leitor vá se sentir atraído pela ideia de fechar o livro, mesmo que por alguns instantes, antes de concluir a leitura.
"Sabedoria não tem nada a ver com idade. Tem a ver com o que o mundo te dá e o que você aprende com isso."
São 266 páginas de muito suspense, reviravoltas, personagens e cenas de revirar o estômago. Gustavo Ávila não brinca em serviço, e neste livro entrega um Thriller inteligente e surpreendente que vai manter o leitor atento do início ao fim, não só pelo caso polícia-assassino em si, mas pelas perguntas, pelos questionamentos que vão surgindo, sendo que alguns deles continuarão conosco. Esse é o poder do autor, que até para o título teve uma resposta genial, e por isso só tenho elogios a esta obra.


Como vocês sabem (ou não) eu sou leitora assídua de livros policiais e de suspense, e para mim esse foi um dos livros mais aguardados do ano, minhas expectativas estavam altíssimas. Assim que chegou eu comecei a ler, e não demorei nem sete horas para concluir a leitura. O Sorriso da Hiena é uma leitura frenética. Simplesmente incrível.

O livro foi publicado de forma independente algum tempo atrás, e o autor foi conquistando aos poucos um número fiel de leitores, com toda a divulgação na blogosfera e booktuber. Esse ano o livro teve os direitos de publicação comprados pela Verus, e o sucesso é garantido nesta nova fase também. A edição está muito bem feita e não encontrei erros de revisão.

Se estiver na dúvida entre ler ou não, por favor, leia :)

14 comentários :

  1. Esse livro parece ser realmente incrível, todo mundo fala tão bem dele... Não vejo a hora de fazer essa leitura!

    Adorei a resenha e as fotos ficaram lindas. Beijos

    ResponderExcluir
  2. Ola lindoan pelo visto o enredo foi muito bem construído, o que me deixa bem curiosa para ler, adoro um bom romance desenvolvido, quanto as cenas de revirar o estômago essas pode ser que eu pule kkkk. Ótima dica. pretendo ler com certeza. beijos

    Joyce
    Livros Encantos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que leia e se surpreenda tanto quanto eu me surpreendi, Jo!!
      Beijos!

      Excluir
  3. Oi Gaby!
    Já tinha ouvido muito falar do livro quando a Verus lançou, mas não sabia que era tão bom assim. Parece realmente viciante, eu adoro o gênero e já quero ler. Eu não sabia que o livro já havia sido publicado de forma independente, realmente o autor conseguiu cativar muitos leitores. O livro está sendo muito falado!
    Beijos

    www.lendoeapreciando.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E o Hype é real, viu? E com razão, o livro é incrível! Super indico, Kamilla!! <3

      Excluir
  4. Nunca tinha ouvido falar nem do livro nem do autor, mas a sua resenha me deixou curiosa! Muito obrigada pela dica!
    beijos

    https://a-lilianaraquel.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que minha resenha te despertou curiosidade pela leitura! Espero que goste :)

      Excluir
  5. Poxa! Fiquei meio receoso quando li o título, mas conforme fui lendo sua resenha, fiquei por demais interessado em poder conhecer essa obra. Já vai parar na minha lista de desejados. Ah! Legal dele conhecer ele batalhou de forma independente e poder chegar em uma grande editora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Gustavo batalhou bastante; é maravilhoso ver sua obra sendo reconhecida <3

      Beijos!

      Excluir
  6. Oi.
    Não curto livros do gênero, mas esse realmente me deixou com uma baita curiosidade, quero mesmo ler.
    E sua resenha está MARAVILHOSAMENTE BEM ESCRITA. Parabéns mil vezes.
    Amei a premissa, acho que finalmente vou ler um livro suspense policial que vai me deixar animada.
    Fiquei bem feliz pelo autor, por sua conquista, a verus é uma editora linda.
    Adorei a dica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MUITO OBRIGADAA <3 Que comentário lindo!!!
      Fico muito feliz que tenha gostado da dica, espero que goste bastante da leitura também <3

      Beijoos

      Excluir
  7. Nunca ligaria o titulo com a historia do livro..
    A trama parece ser bem interessante e tensa prendendo o leitor ao livro, mas mesmo assim acho que a única coisa que td isso faria para o psicologo seria liga-lo como cumplice, já que expor outros ao perigo é motivo para quebra de sigilo, mas como não li o livro, não sei como o autor abordou td isso... dica anotada
    bjos

    ResponderExcluir
  8. Olá,

    Desde que soube sobre esse livro que tenho o desejo em fazer a leitura, também adoro livros de mistério, policiais e thrillers, e esse parece unir um pouco dos gêneros. Livros que nos colocam para ver o outro lado da moeda me fascinam, por mais cruel que seja, gosto muito de analisar as pessoas e como elas encaram as situações, então creio que esse livro é ideal para mim. Espero lê-lo muito em breve.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!