Favoritos de 2014 (em construção)

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Uma Semana de Inverno, de Maeve Binchy

Autora: Maeve Binchy
Título original: A Week in Winter
Editora: Bertrand Brasil
Ano: 2017
Páginas: 362
Skoob
*Exemplar recebido em parceria com a editora.
Sinopse: O último livro da autora best-seller de Coração e alma e À espera de Frankie. Quando Chicky Starr decide restaurar a velha Casa de Pedra, situada no alto de um penhasco na costa oeste da Irlanda, e transformá-la em um hotel, todos pensam que ela enlouqueceu. Mas, com uma reforma para proporcionar à casa lareiras, quartos elegantes e uma aconchegante cozinha, não demora muito para Chicky estar pronta para receber seu improvável primeiro grupo de hóspedes. Winnie e Lillian não se dão bem, mas se veem forçadas a passar férias juntas; John, astro de filmes norte-americanos, pensa que chegou despercebido; o casal de médicos Nicola e Henry, estão fartos das mortes que presenciaram; Anders odeia ter que herdar os negócios do pai, mas possui um talento nato para a música; a Srta. Howe, uma gélida professora aposentada, parece não gostar de nada; os Wall estão desapontados por terem ficado apenas com o segundo lugar em um concurso valendo uma viagem a Paris; e Freda, a bibliotecária, está com medo dos próprios dons psíquicos. Dividir “Uma Semana de Inverno” com personagens tão envolventes e improváveis será puro deleite.

Sabe aquela sensação de quentinho no coração? Essa expressão é muito usada para descrever algo que nos tocou lá no fundo, que nos envolveu como em um abraço; um conforto bem-vindo. E não existe expressão melhor para descrever Uma Semana de Inverno, de Maeve Binchy.

Neste livro conhecemos Chicky Starr, que deixou Stoneybridge, uma pequena cidade montanhosa no oeste da Irlanda onde todos se conhecem e ninguém faz nada realmente escandaloso sem ser julgado até o fim da vida, para morar nos Estados Unidos com Walter, que conheceu enquanto ele visitava a cidade, no verão. Com espírito aventureiro, ele a convenceu a ir embora com ele, para morarem juntos e não serem mais escravos das convenções sociais que ambas as famílias queriam empurrar para eles. O romance durou apenas alguns meses antes que ele fosse em busca de outra aventura, mas desta vez sem Chicky, que fica devastada.

Porém, naquela cidade onde pouco conhece, ela se dedica totalmente ao trabalho, em uma pequena pensão, e junta todo o dinheiro que recebe. Para a família, Chicky inventou uma história, um conto de fadas que só existiu em sua cabeça, para não ser humilhada. Um dia ela volta para Stoneybridge e encontra a velha Srta. Queenie, que lhe dá a ideia de comprar a Casa de Pedra, na qual viveu toda sua vida com as falecidas irmãs, e onde agora vive sozinha em sua velhice. Com o dinheiro que guardou em todos aqueles anos que trabalhou arduamente, Chicky resolve voltar às suas origens e compra o lugar, para então transformá-lo em um caloroso hotel.
“– É que isso simplesmente não é o que eu pensei que faria na vida – confessou ele.         _Também não é o que pensei que faria da minha vida, mas, em algum ponto ao longo do trajeto, temos de pegar o que temos e fazer o que dá.”
Leva um bom tempo para a Casa de Pedra ficar finalmente pronta, e muitas pessoas estão envolvidas nesse projeto além da proprietária e da Srta. Queenie. Personagens que fizeram toda a diferença ali. Tudo pronto, chega a hora de receber os primeiros hóspedes, que desfrutarão de uma semana de inverno naquele lugar afastado, porém encantador, com passeios, escaladas, deliciosas refeições e agradáveis companhias. O primeiro grupo não poderia ser mais especial:

Winnie e Liliam não são amigas, como essa segunda informou aos outros hóspedes, nada parecido. Winnie é namorada do filho de Liliam, e esta parece desprezá-la com todas as forças, deixando claro seu desagrado sempre que pode. A situação machuca Winnie profundamente, e não sabe onde estava com a cabeça quando aceitou passar uma semana ao lado daquela mulher. Será que os ares das montanhas farão as duas se aproximarem? Pode ser só questão de tempo, e de situações inusitadas. O terceiro hóspede é John, que perdeu um voo muito importante a negócios e ficou preso em Dublim, encontrando a Casa de Pedra e lá se instalando para férias imprevistas, e para fugir da atribulada vida que leva em seu país. John é, na verdade, Corry Salinas, um famosíssimo astro de cinema que, agora entrando na casa dos 60, precisa decidir qual seu próximo passo em relação a sua carreira, o que lhe trás muitas dúvidas e muita reflexão sobre o que fez de sua vida até agora.
"Ele lhe garantiu que não era culpa de ninguém. Era o que acontecia – o amor florescia, o amor morria."
Henry e Nicola são um casal de médicos que após a formatura decidem formar juntos uma família, mas as tentativas de ter um bebê não dão certo, e agora se dedicam ao trabalho, e este proporciona ao casal férias o ano todo, pois se inscrevem e são aceitos na equipe de um grande cruzeiro. Mas um episódio na última viagem os abala profundamente, e não existe melhor hora que agora para eles tirarem alguns dias de verdadeiras férias para cuidarem de mente e alma. A pequena Stoneybridge lhes reserva uma grande surpresa. O quinto hóspede é Anders,  que é filho único de um rico executivo, e sabe que logo a empresa será sua responsabilidade também, mas não poderia estar menos ansioso para isso. Ele não acredita haver uma saída, e estuda para ser bom naquilo que está destinado a fazer, mesmo que não seja sua verdadeira paixão. Quando o pai fica doente e ele tem o gosto de ter a empresa em suas mãos, logo fica sobrecarregado e com ainda mais dúvidas sobre tudo, resolvendo tirar alguns dias de férias na Casa de Pedra para refletir sobre o que é realmente importante.


Os Wall são um casal de idosos que passaram os 25 anos juntos, orgulhosos do maravilhoso casamento que têm. Sua maior paixão são as competições, que participam o tempo todo, ganhando quase sempre; outro fato que os orgulham bastante. Mas a última competição que participam, concorrendo a uma semana em um luxuoso hotel em Paris em primeiro lugar, não sai como esperado, e eles ficam em segundo, ganhando uma semana na Casa de Pedra, em um lugarzinho no fim do mundo que em nada os anima. Mal podiam eles imaginar um lugar melhor para comemorar os 25 anos de parceria que aquele aconchegante lugar. Aos poucos, Paris vai ficando para trás...

A Srta. Nell Howe é diretora de um colégio há muitos e muitos anos, e nunca teve nenhuma relação de amizade com nenhum professor ou funcionário, se mantendo carrancuda e soltando comentários maldosos. Quando ganha uma semana em um hotel desconhecido e afastado de tudo, ela reluta em seguir viagem. Para os funcionários de lá e os outros hospedes, talvez ela devesse mesmo ter declinado. E essa rancorosa mulher não poderia ser mais diferente que a última hóspede, Freda, uma bibliotecária sensitiva que sofreu uma grande decepção amorosa quando resolveu não escutar a própria intuição, e que agora tenta se reerguer nessas férias inesperadas, e muito bem-vindas.


Esses e outros personagens fazem parte dessa narrativa em terceira pessoa, e conhecemos a fundo cada um; suas ambições, seus traumas, suas motivações... Maeve Binchy conseguiu amarrar cada história com maestria, envolvendo e emocionando o leitor um pouco mais a cada capítulo lido. Essa foi uma leitura extraordinária, que me provocava um misto de sentimentos a cada virar de páginas, vendo os personagens aqui introduzidos crescer, se desenvolver e ir à luta. É impossível não se sentir tocado com a história de cada um, e torcemos por todos eles.

A autora amarra muito bem sua trama principal, e o leitor fica por dentro de todos os passos que foram necessários para o hotel Casa de Pedra se tornar um projeto real e de sucesso. A dinâmica dos personagens, os diálogos, são muito reais, e a autora trata de temas muito bacanas. Sua descrição de ambiente e características físicas no geral é muito bem feita, fazendo o leitor imaginar cada detalhe, como um filme na cabeça.

Realmente não tenho nenhum ponto negativo para ressaltar; é um livro com uma proposta simples, mas encantadora e muito bem executada, onde nada fica fora de lugar. Já animei para ler outras de suas obras!

Eu adoro a capa desta edição, e a diagramação também está ótima, porém encontrei alguns erros de revisão durante a leitura, como palavras e nomes trocados; não chegou a atrapalhar a leitura como um todo, mas é importante mencionar.

Leitura recomendada a todos! Preparem um café ou um chocolate quente, aproveitem o friozinho de inverno e se deliciem com essa prazerosa leitura.

18 comentários :

  1. Oi Gaby!
    Já havia lido superficialmente sobre a obra, mas não tinha grandes pretensões. Mas já estou super curiosa! Adorei que é quentinho no coração, já quero. Apesar de ter vários personagens, pelo visto não fica nada maçante ou confuso, gostei bastante disso. Além disso fiquei curiosa pra conhecer a narrativa da autora, deve ser um livro encantador mesmo.
    Beijos

    www.lendoeapreciando.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho certeza que iria gostar da leitura, Kamilla! É muuuito bom, e tem aquela sensação de aconchego sabe? Super recomendo.

      Beijooos

      Excluir
  2. Olá Gabrielly, naveguei em seus blogs e fiquei encantada, pois admiro muito quem gosta de ler. Você desenvolve em seus blogs um trabalho importantíssimo, motivar a leitura. Parabéns!
    Já estou seguindo e com certeza voltarei mais vezes. Convido você a conhecer os meus, se gostar seguir, ficarei grata.Tenha uma tarde feliz e um anoitecer de paz. Abraços da amiga Lourdes Duarte.
    http://filosofandonavidaproflourdes.blogspot.com.br/
    http://professoralourdesduarte.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá! Apesar deste livro ter muitos personagens, (coisa que não gosto muito). Me cativou bastante, deu para entender bem a dinâmica, da narrativa. Sabe quando lemos, uma história e queremos, morar, no lugar onde se passa a história?? pois assim estou eu depois de ler está resenha. Quero passar uma temporada neste hotel kkk. Amei a resenha, e assim que tiver a oportunidade, vou ler o livro. Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Esse livro tem muitos personagens,acho que isso dificulta a fluidez da leitura para alguns leitores,particularmente gostei da premissa me pareceu interessante,eu não conhecia o livro fiquei um tanto curiosa para saber o que acontece.

    ResponderExcluir
  5. Já li boas criticas sobre este livro e a sua aumentou a minha vontade de poder ler o livro em breve. Achei a capa bem sensível e espero gostar tanto quanto você.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oiii tudo bem?

    Conheci esse livro pela capa, e acabei me interessando bastante, adorei a forma como você escreveu sua resenha falando de todos, mas não imaginei q fossem tantos personagens.
    Espero realizar a leitura em breve e gostar tbm.
    Adorei a resenha.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  7. Oi, Gabrielly!
    Pela sua resenha me pareceu que a autora fez um trabalho muito bom ao conseguir desenvolver bem a história individual de tantos personagens! Eu não lembro de já ter visto esse livro antes, mas a premissa me pareceu muito bom, apesar de simple. Anotei a dica :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Oi, Gabrielly!
    Gostei da abrangências dos personagens, no início achei que seria um chick-lit, mas parece mais um romance um pouco mais sério, onde são tratadas questões mais fortes e intensas no que diz respeito à vida das pessoas. Adorei a dica de leitura, vou anotar aqui!
    Bjs
    Por essas páginas

    ResponderExcluir
  9. Nossa nunca li um livro com tantos personagens envolvidos, fiquei até perdida com tantos personagens hehehehe. Mas em geral gostei da trama do livro e fiquei bem curiosa de como termina a história de cada um.

    Adorei a sua resenha e anotei esse livro nos desejados.

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Achei o enredo do livro bem atraente, apesar de não fazer muito o meu estilo. isso da autora ser bem descritiva em detalhes de ambiente e entre outros definitivamente é um ponto a favor. Realmente amo livros assim! Enfim, eu amei a sua resenha, dá pra ter uma incrível noção de como será o livro. Tenho certeza que muitos irão adorar a dica ❤️Um beijo

    ResponderExcluir
  11. Olá...
    Desde que a editora lançou esse livro eu estou louca pra ler! A premissa me atrai demais e ao saber em sua resenha sobre essa dinâmica dos personagens, que os diálogos são muito reais, e a autora trata de temas muito interessantes, minha vontade de ler triplicou.
    Dica anotada!
    Bjo

    ResponderExcluir
  12. Oi!
    Adoro quando os livros tocam em nosso coração e agente quer guardar eles em uma caixinha rsrsrs
    Que bom saber que a autora escreveu este com maestria, e que conseguiu amarrar todos os personagens que foram lá esquecer dos seus problemas nesse empreendimento que deu um trabalho e tanto para ficar pronto.

    ResponderExcluir
  13. Olá,

    Eu sempre via esse livro pelo Instagram, no entanto não dava muita bola para essa obra, até que ganhei o marcador desse livro no Mochilão da Record e acabei ficando intrigada com a capa do livro, essa não é a primeira resenha que leio do livro, mas foi a que mais gostei de ler, pois é nítido o quanto gostou do livro e essa animação acabou me contagiando, estou bem ansiosa para fazer essa leitura, espero que logo.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Um livro onde o leitor não encontra nenhum ponto negativo é um livro para se prestar atenção! Hahaha
    Eu cheguei a solicitar esse livro, mas o meu exemplar nunca chegou e depois eu falei que não precisavam enviar novamente... agora me arrependi. Adoro livros simples, cujo enredo não é nada complexo e mesmo assim a história nos prende,sabe? Sentir esse quentinho no coração é uma das melhores sensações ao fazer uma leitura.

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Oie, gabi, nossa, que bacana ver que você amou tanto esse livro. Eu acho ele com maior estilo de coisa fofa mesmo, e tenho bastante vontade de lê-lo, gosto dessas leituras relaxantes onde as pessoas se aproximam umas das outras mostrando suas histórias, amei a dica e vou ler logo.

    ResponderExcluir
  16. Olá.

    Esse livro parece ser bem gostoso e uma ótima leitura para o inverno. Fiquei contente com a sua resenha e estou com altas expectativas. Apesar de simples, parece ser bem completo e desenvolvido, né? O livro ideal para mim ♥ Amei sua resenha e a foto, tão linda!

    Beijos

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!