Favoritos de 2014 (em construção)

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Rastros de Sangue, de Val McDermid

Autora: Val McDermid
Título original: The Wire in the Blood
Editora: Bertrand Brasil
Ano: 2017
Páginas: 434
Skoob
*Exemplar recebido em parceria com a editora
Sinopse: Livro que deu origem ao seriado Wire in the Blood. Garotas estão desaparecendo por todo o país, e, aparentemente, não há qualquer ligação entre os desaparecimentos. Cabe à recém-formada equipe de análise do Dr. Tony Hill ir atrás de pistas que estabeleçam padrões ou conexões. Mas, após um subordinado surgir com uma hipótese, um dos membros da equipe aparece morto, e a questão se torna pessoal. Agora, acompanhado de sua colega Carol Jordan, Hill embarca em uma campanha de terror psicológico onde os papéis de caça e caçador podem se confundir com facilidade. Depois de tantos anos investigando as mentes de homicidas insanos, a dupla está prestes a descobrir que homens sãos também matam.

Rastros de Sangue é o segundo volume da série Tony Hill & Carol Jordan, da premiada autora escocesa Val MacDermid, aclamada mundialmente por seus livros policiais e suspenses.

Tony Hill é um psicólogo criminal que em seu último caso acabou nas mãos do serial killer que perseguia, o que quase tirou sua vida e deixou sequelas físicas e psicológicas, mas que o ensinou uma lição importante, que serviu de incentivo para criar a Força-Tarefa Nacional de Criação de Perfis Criminais.

Para isso ele precisa de uma equipe, e conseguiu alunos muito inteligentes, mas um pouco rebeldes e diferentes um dos outros, o que causa muito conflito de opinião. O Dr. Hill sabe que terá grandes problemas pela frente, mas está confiante de que conseguirá colocar a Força-Tarefa para trabalhar efetivamente em pouco tempo. O primeiro exercício que aplica à turma é sobre um caso de 7 garotas de 14 e 15 anos que desapareceram sem deixar rastros, apenas com uma muda de suas melhores roupas.


Pessoas desaparecem em todo lugar, o tempo todo, mas Hill quer que seus alunos quebrem a cabeça e encontrem ligações, pistas e até perfis, mesmo sendo apenas um exercício em cima de casos reais. Porém a mais aplicada entre eles, a policial Shaw Bowman, que é obcecada pelo trabalho, descobre uma ligação irrefutável entre as vítimas, e cria uma teoria sobre um serial killer que está matando essas garotas, e lança um nome.

De repente, o que era apenas um exercício para treinar policiais na criação de perfis, se transforma em uma caça por um criminoso que está acima de qualquer suspeita; uma figura pública que não parece em nada um assassino. Mas que cara tem um serial killer?
"O assassinato era como mágica, pensou ele. (...) Esse conhecimento estava alojado em seu interior como um marca-passo em um paciente cardíaco. Sem o poder da sua mágica ele estaria morto. Ou quase."
Para pegar o culpado e conseguir salvar a última garota sequestrada por ele, que pode ainda estar viva, Tony e sua nova equipe precisam correr contra o tempo e ir contra algumas regras, e nisso contam com a ajuda da detetive inspetora-chefe Carol Jordan, amiga de Tony e sua companheira no caso anterior (livro O Canto das Sereias).


Esse é um thriller de altíssima qualidade. Val McDermid não só cria uma trama bem elaborada e rica em detalhes como desenvolve os personagens com maestria. A narrativa é em terceira pessoa e a autora nos dá a visão de todos os personagens envolvidos, até a do assassino. Sim! Temos o ponto de vista do serial killer de meninas de 14/15 anos, e sabemos quem ele é antes de qualquer personagem! Por que ela está tão empolgada, vocês se perguntam. E eu respondo:

Porque, na maioria dos thrillers e livros policiais, os autores muitas vezes focam tanto no responsável pela investigação, no porquê e no quem que deixam o leitor no escuro sobre a investigação em si, e quando o livro termina ficamos nos perguntando como foi que o personagem chegou àquela conclusão. É muito bom ter esse suspense, sim, não tiro o crédito, mas ter outros elementos e outras coisas nas quais focar também me agrada muito. E o elemento especial que Val McDermid colocou aqui é justamente esse: o ponto de vista do assassino, que não tem sua identidade oculta, mas é entregue ainda no prólogo ao leitor.


E apesar de já sabermos quem é o assassino, o que pode desagradar alguns, peço que deem uma chance a leitura, pois é certo que a trama vai te envolver do começo ao fim com a investigação, a trama secundária sobre um incendiário e a construção dos personagens, além da grande reviravolta que acontece na primeira metade do livro e que, só de pensar, me arrepio toda.

Eu gostei muito da capa, com elementos que remetem o enredo (o serial killer se utiliza de um torno para torturar suas vítimas). A revisão deixou bastante a desejar, com palavras trocadas e algumas faltando; não chegou a comprometer a leitura, mas incomodou.

Esse é um Thriller inteligente, bem montado e cheio de tensão. Gostei muito do estilo da autora e mal posso esperar para conferir outras de suas obras, inclusive O Canto da Sereia, primeiro livro dessa serie (leituras independentes) e livro mais aclamado dela. Rastros de Sangue não é um livro que indico para iniciantes no gênero, por ser um pouco mais denso e forte, mas é uma leitura obrigatória para quem, como eu, é fã de um bom Thriller :)

13 comentários :

  1. Ola
    Sua resenha é a primeira que leio a respeito dessa obra e fiquei bem intrigada quanto ao desenvolvimento. Gosto muito de um bom thriller, então é claro que minha curiosidade ficou enorme quanto a este volume. Bom saber que é rica em detalhes, gosto muito disso em uma narrativa. Uma pena sobre a revisão, isso incomoda mesmo :(
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bom?

    Não conhecia o livro e confesso que a capa não chamou tanto minha atenção mas a fiquei bastante intrigada pela história. Uma pena a revisão ser ruim, as vezes tira totalmente a vontade de ler o livro né? Espero que melhorem nas próximas edições do livro.

    Beijos:*

    ResponderExcluir
  3. Oi
    Estou com esse livro aqui em casa e não fazia ideia que se tratava de uma sequência, ainda bem que é o segundo sei bem como essas série do gênero podem ser longas, eu provavelmente lerei esse para só depois ir em busca do primeiro volume, quanto a entrega da identidade do criminoso confesso que fiquei ainda mais interessada na trama por esse detalhe específico, nunca li um triller que fosse estruturado dessa forma e estou ansiosa para vivenciar essa experiência.

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  4. Oii,
    Gosto de livros de gênero, apesar de está lendo muito pouco deles hoje em dia. Já tinha visto o nome da autora por ai, mas nunca tinha parado para presta muita atenção em seus livro. Achei a premissa bem interessante e por se tratar de série melhor ainda, sinto falta nesses livros policias de uma continuidade.
    Fiquei com receio de já saber que no incio sabemos quem é o serial killer, acho que é a primeira vez que vejo um livros assim. Já li alguns que temos o ponto de vista do assassino, mas nunca que sua identidade era evidenciada.
    Pelo visto isso não diminui a qualidade do livro. Espero ter a chance de ler.

    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  5. Oi.
    Eu não conhecia a autora e realmente agradeço por me apresentá-la, parece que ela escreve justamente o tipo de Thriller que gosto de ler.
    Sem contar que adoro qualquer coisa que tem como objetivo traçar perfis criminais.
    Recentemente eu li Mr. Mercedes, do King, e nele também temos o ponto de vista e sabemos quem é o assassino desde o início, achei esse elemento super interessante e acho que cria até mais suspense, por sabemos os planos sombrios do agente.
    Adorei e anotei a dica.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Esse é um dos livros que estou interessada em ler. Justamente por ser um thriller, amo esse gênero. Conhecer a mente de criminosos e taus me gera fascínio. Além do que amo comer uma leitura que comece já entregando o enredo e depois venha o desvendando por completo. Bexitus!

    ResponderExcluir
  7. Eu não conhecia o livro, mas a sinopse e a sua resenha me deixaram bastante curiosa. Acredito que eu vá ler o livro, o suspense dele me pareceu bastante instigante. Amei sua resenha! Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Eu ainda não conhecia o livro, mas fiquei super curiosa com a sua resenha. Já saber que é o assassino não me desagrada, muito pelo contrário, é uma diferença do livro relacionado a todos os outros do gênero, é muito legal saber que a autora consegue desenvolver bem a história sem esse elemento surpresa.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Oi Gabi...
    A menina eu amoooooooo esse gênero e não conhecia esse livro. Adorei a história, fiquei mega curiosa!!! Não conhecia a autora tbm!
    Dica mais do que anotada!!

    beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá dear!
    Gosto MUITO de Thrillers, principalmente quando eles são de boa qualidade - afinal, quem não? rs
    Fiquei intrigada com as questões dos sequestros e de como as coisas acontecem nessa trama, pois parece ser extraordinário. Acho que saber quem é o assassino não me desagradaria, pelo contrário, aumentaria minha vontade por ler.
    Espero ter a oportunidade de ler esse livro logo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oiii!
    Li um livro que tinha o ponto de vista do assassino e achei muito interessante. Gostei muito da sua indicação, não me importo de já saber quem é o assassino desde o começo, acho até mais legal. Você torce mais ainda pra pegarem a pessoa logo, e o melhor também é entender as razões dos assassinatos. Com certeza vou querer ler, sua resenha despertou muito a minha atenção.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Oi
    Amo séries policiais, sou fissurada em histórias com investigação, adoro essas leituras de tirar o fôlego.
    Não conhecia essa série, é uma falha essa falta de divulgação, pois é um gênero com muito potencial para atrair mais leitores.
    Fui dar uma conferida no primeiro livro também, e só posso dizer que estou completa e absolutamente interessada em ler, são tramas ricas e assustadoras de tão bem desenvolvidas, amo isso, encontrar uma narrativa eletrizante do inicio ao fim.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Eu não conheço a autora e nem suas obras, não sou muito adepta ao gênero policial. Amo assistir, mas ler realmente não me atraí, o que é bem estranho admito. Gostei bastante do fato de que logo de cara você já sabe quem é o assassino, nunca ouvi falar de um livro em que isso ocorre, mas não sou uma grande pesquisadora sobre o assunto para saber se outros livros tem a mesma abordagem. Um ponto contra foi essa falha na revisão que você citou, eu sou um pouco neurótica, se for apenas um erro eu deixo passar, me incômoda, ma fico ok. Se tiver outros eu já fico triste. Fico feliz que tenha gostado tanto da obra, a resenha está maravilhosa, dá até vontade de ler. Então, obrigada pela dica ♥
    Um beijo

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!