Favoritos de 2014 (em construção)

sexta-feira, 14 de abril de 2017

Nossos Dias Infinitos, de Claire Fuller

Autora: Claire Fuller
Título original: Our Endless Numbered Days
Editora: Morro Branco
Ano: 2016
Páginas: 336
Skoob
*Exemplar recebido em parceria com a editora
Sinopse: Todos os pais mentem. Mas algumas mentiras são maiores do que as outras. Peggy tinha oito anos quando seu pai a levou para viver em uma remota cabana no meio de uma floresta europeia. Lá ele lhe disse que sua mãe e todas as outras pessoas do mundo morreram. Agora eles precisam viver da terra e sobreviver ao rigoroso inverno. Mas até quando a pequena Peggy vai acreditar na história de seu pai? Até quando você pode ficar são, quando o mundo está perdido? O que acontece quando você para de crer em tudo?

Aos 8 anos de idade, Peggy acredita piamente em seus pais, afinal são adultos, deveriam saber de tudo. Devem protegê-la de tudo. Com a mãe, Ute, sempre ocupada ao piano e o pai, James, muito devotado ao seu estranho grupo de amigos, a menina se sente sozinha e aproveita cada oportunidade que tem para tentar chamar a atenção dos pais, muitas vezes sem sucesso.

Integrante dos Refugiados do Norte de Londres e um fervoroso sobrevivencialista, James resolve construir no porão de casa um abrigo nuclear para a família, prevendo um desastre de grandes proporções. A pequena Peggy não entende muito bem as ideias do pai, mas o ajuda no que pode e se mostra presente e empolgada com tudo o que está acontecendo. Mas os planos do pai mudam drasticamente quando Ute vai fazer uma turnê na Alemanha, deixando pai e filha sozinhos. Depois de ensinar à filha tudo o que sabe sobre sobrevivência e sobre a floresta, ele embarca em mais uma loucura, levando a menina com ele.

Agora eles sobrevivem da terra, e as semanas de férias que Peggy pensava estar aproveitando se tornam meses, e quando começa a insistir para voltar para casa, seu pai lhe dá a seguinte notícia: o mundo acabou e eles são as últimas pessoas na terra. Precisam ficar juntos, precisam sobreviver.
"Datas só nos fazem perceber o quão finitos nossos dias são, quão mais perto da morte ficamos a cada dia que passa. De agora em diante, Punzel, vamos viver seguindo o sol e as estações. (...) Nossos dias serão infinitos."
Nossos Dias Infinitos é um Thriller Psicológico e possui todas as características essenciais do subgênero. É narrado em primeira pessoa, o que nos deixa totalmente envolvidos pela protagonista, adentrando sua mente e acompanhando as alterações na mesma, suas tentativas de distinguir o que é verdade e o que não é; Claire Fuller se utiliza também da narrativa que volta no tempo, ou seja, temos tanto o presente da Peggy quanto seu passado, e acompanhamos ambos sob capítulos intercalados.


Por muitos anos os personagens principais vivem longe da civilização, sobrevivendo da natureza e por ela sendo moldados, se tornando cada vez mais selvagens eles começam a esquecer seus referenciais, sua vida antes da fuga. A Peggy é sequestrada com apenas 8 anos, então é difícil acompanhar seu crescimento longe de tudo, enclausurada pela loucura do pai, que tem um humor instável. O leitor se sente enclausurado também, esperando que algo terrível aconteça na história... mas não é tudo terrível até agora?
"_ A Grande Divisa. Você tem que prometer que nunca vai chegar perto de lá. Eu não conseguiria sobreviver sem você. Eu e você somos uma equipe, não é?
_ Prometo.
Meu pai me disse várias vezes naquele inverno que o mundo acabava após as colinas e costumava me fazer repetir minha promessa."
Esse é um livro que causa desconforto, que causa no leitor sentimentos conflitantes e muitas dúvidas, muitas especulações durante o enredo. Afinal, como tudo isso teve um fim? Será que podemos confiar nesses personagens? Será que podemos confiar em todas as palavras dessa protagonista marcada pela dor, pela solidão e pelo fanatismo? O que é real e o que é matéria de sua mente perturbada?


Livro envolvente, bem escrito e repleto de questões bacanas para debate. Perfeito para os fãs de Thrillers psicológicos. Quando começar a ler, cancele tudo; Nossos Dias Infinitos é difícil de largar.

Essa edição está um primor. A editora Morro Branco é nova no mercado mas já chama muito a atenção dos leitores com seu catálogo variado e o carinho que tem com a arte dos livros que publica.

Se já leu, me conta o que achou e vamos conversar sobre aquele final. Se ainda não leu, corre que é sucesso garantido. 

24 comentários :

  1. Olá,

    Eu amo o trabalho da Moro Branco, mas até hoje não tive a oportunidade de fazer a leitura de nenhuma obra deles. Esse livro é um dos que estou querendo ler, a premissa dele parece ser muito boa, além disso, eu amo thrilers psicológicos, necessito de ler essa obra o maus rápido possível e a sua resenha só aumentou a minha vontade! ♥

    → desencaixados.com

    ResponderExcluir
  2. Tô ficando apaixonada de longe pela Morro Branco, pois mesmo não tendo lido nada deles, dá pra ver o bom trabalho que eles fazem com os livros. Esse é um dos livros deles que mais me chama atenção, principalmente porque é um gênero que ultimamente to adorando e querendo ler mais, então claro que já está na lista!
    E todo mundo diz que não dá pra largar mesmo, então espero ler logo!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  3. Eu gosto de livros que incomodam, que nos faz sofrer, pensar, refletir e com certeza, esse livro é bem meu estilo. Além da arte gráfica dele, que está belíssima.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá!! :)

    Eu confesso que nunca tinha ouvido falar deste livro mas ainda abem que aprecisaste esta leitura... Espero vir a faze-la, quem sabe...

    Bem, acho ótimo que deixe no leitor tantas questões e conflitos internos, para alem de ser tao envolvente e fluido..!

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  5. Como eu não conhecia esse livro? Achei o enredo extremamente interessante! Esse lance do sequestro, da desculpa dada pelo pai... pq será que ele fez isso? Eu fiquei aqui bem curiosa para saber o que é verdadeiro e o que é fácil nessa situação. Adoro thrillers, então acredito que eu faria bom proveito da leitura.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Eu gosto de Thrillers, mas nunca li Thrillers psicológicos. Essa coisa de confundir o leitor entre o que é real e o que coisa da cabeça do personagem, meche muito comigo, sempre fico meio mal lendo. Esse livro me parece ser muito interessante, fiquei curiosa para saber o que acontece com o pai e a filha, e porque a mãe fica tão distante assim, só se dedicando ao piano, foda isso. Dica anotada!
    Beijos,
    Nay
    Traveling Between Pages

    ResponderExcluir
  7. Oie,
    Olha a Morro Branco tem me surpreendido com os livro, apesar de pouco conhecer. A qualidade de capa e de histórias são incríveis.
    Esse livro eu achei que seria algo mais infanto-juvenil e fiquei surpresa de encontra esse trillher.
    Acho que o livro vai mexer muito comigo pelo fato de a protagonista ser uma criança. Fiquei muito muito curiosa para fazer essa leitura.
    Dica anotada.

    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  8. Oii, já vi este livro - a capa, apenas - e só agora tive um contato com a sinopse e resenha dele. Gostei muito porque amo thriller psicológico, vendo a capa eu não fazia ideia que era uma história assim, parece ser interessante e isso de você não saber se a protagonista está falando a verdade ou imaginação é muito legal, acho que eu iria ficar paranoica haha, amei a resenha, dica anotada ♥

    ResponderExcluir
  9. Oi!

    Muita gente tem falado super bem desse livro. Já havia o visto no facebook e agora estou mais ansiosa ainda para lê-lo. Fico feliz que o livro aborda questões importantes para refletir. Com certeza vou conferir, ainda mais depois dessa resenha. :)

    bjs!

    ResponderExcluir
  10. Oi, Gabrielly!
    Sempre me surpreendo com a delicadeza dessa capa :3 Mas também nunca tinha parado para saber mais sobre a história - me surpreendi! Parece uma leitura bem envolvente e ter o passado e presente da personagem intercalado deve ajudar a entender muita coisa no decorrer da história né? Já anotei a dica!
    Bjus!

    ResponderExcluir
  11. Essa capa é muito bonita! Já tinha visto o livro na Fanpage da editora, mas até agora só estou babando no livro, sem poder comprá-lo. Não vejo a hora de poder comprar e ler de uma vez.

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem?
    Eu já estava curiosa para ler esse livro só por causa da capa. É muito linda!! Depois de ler sua resenha, fiquei ainda com mais interessada. Não sou muito fã de thrillers psicológicos, pois parecem ter sempre um enredo parecido. No entanto, esse parece ser totalmente original.
    Adorei sua resenha e espero ler este livro em breve.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Oi,
    conheço essa capa já faz um tempinho, mas não fazia ideia da história por trás dela. Genteee, eu amo thrillers, e já quero muito mas muito mesmo ler esse livro. Já faz um tempinho li um livro do gênero que também retratava dois personagens refugiados em uma cabana no meio do nada, uma mulher e seu sequestrador para ser mais exata, e o desenrolar da história foi bem aterrador, não consigo imaginar os rumos que "Nossos dias infinitos" toma, mas posso garantir, que vou dar um jeito de descobrir o mais breve possível.

    Beijos
    Delmara Silva

    ResponderExcluir
  14. Oi, tudo bem?
    Eu já vi esse por ai, mas nunca parei para dar atenção à ele e confesso que não esperava que fosse um Thriller Psicológico, imaginei algo diferente. No entanto, ao ler sua resenha fiquei ainda mais curiosa com tudo, pois parece ser uma história muito intrigante mesmo, imagino que deve ser bem interessante acompanhar tudo e gostei de saber que tem alternação entre o passado e presente da protagonista. Enfim, espero ler algum dia e gostar também.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Já li muitas impressões desse livro e estou muito curiosa para ler e saber tudo o que esse livro me reservará. Ele parece ser bem construído e achei um ponto pega positivo saber que esse livro trouxe sentimentos conflitantes em você.
    Espero ter a oportunidade de ler esse livro logo.
    Beijos ♥

    ResponderExcluir
  16. Esse livro é completamente diferente de tudo que já li e isso me chamou muito a atenção! Que delicia, fiquei confusa sobre o pai dela e curiosa com o final. A editora realmente é nova mas já mostra o seu talento.

    ResponderExcluir
  17. Oie! Tudo bem?

    Não conhecia o livro, mas achei a proposta dele bem interessante, não sei se o leria por agora, principalmente pela parte psicológica dele, mas já o adicionei na minha lista de desejados e futuramente irei realizar a leitura dele com certeza!

    Bjss

    ResponderExcluir
  18. Nossa, eu adoro thrillers psicológicos e não fazia ideia que esse livro era assim. Gostei muito da história e fiquei curiosa sobre essa perda de referência que a protagonista tem por ter ficado tanto tempo isolada.
    A única coisa que acho que a editora pecou foi na escolha da capa, não me passa a sensação de se tratar de um thriller psicológico...


    ourbravenewblog.weebly.com

    ResponderExcluir
  19. Capa linda, premissa intrigante!
    A história em si não me chamou tanta atenção, mas em minha cabeça restou algumas perguntas, o por que do pai da garota estar mentindo para ela? onde está a mãe, e algumas outras, que só lendo para saber ;)
    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Hey!

    A Editora realmente vem sendo um destaque entre o público, isso é pois a mesma possui um catálogo excelente. Eu já conhecia o livro, estou acompanhando o mesmo desde a pré-venda, estou louca para lê-lo, sua resenha só cativou ainda mais o desejo de leitura, espero conseguir ler logo.

    Bjos.

    ResponderExcluir
  21. Olá,
    Não é meu estilo de leitura favorito e não conhecia a editora, acho bacana novas editoras chegando e trazendo novos livros para nós.
    Gostei de sua resenha, achei inteligente e bem abordada. A resenha deixa muitas dúvidas.
    Beijos
    www.estilo-gisele.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  22. Olá, tudo bom?
    Gosto bastante de thrillers psicológicos que nos causam sentimentos conflitantes e nos envolvem e pelo que você falou este é exatamente um desses livros. Fiquei bem curiosa para realizar a leitura e saber se realmente podemos confiar nesses personagens, como a história termina e o que ocasionou toda a situação. Sem sombra de dúvidas pretendo ler esse livro. Espero gostar tanto quanto você! rs

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  23. Olá!!
    Gente que sinopse mais louca. Eu fiquei já imaginando toda o contexto da história. Fiquei muuu...ito curiosa. rs
    Ótima dissertação.Suas fotos ficaram um mimo, e nada melhor que um livro envolvente para te prender em um universo paralelo. Adoorei!!
    Cantinho da Bruna

    ResponderExcluir
  24. Nossa, você não imagina como eu fiquei empolgada com a história desse livro, preciso dele agora mesmo, estou criando mil finais e histórias para ele, sou a louca do thriller psicologico e sempre que vejo uma história assim diferente no gênero eu fico bastante empolgada.

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!