Favoritos de 2014 (em construção)

domingo, 3 de abril de 2016

Ponte para Terabítia, de Katherine Paterson

"Leslie era mais que uma amiga. Era um outro ele  mesmo, um Jess mais animado. Era o caminho que levava  à Terabítia e a todos os mundos que se abriam mais adiante." 


Jess Aarons tem 10 anos e um único desejo para esse verão: ser o garoto mais rápido da 5º serie na corrida da escola. Para isso, ele treina todas as manhãs, sem descanso. Mas ele tem outras responsabilidades, como ordenhar a Miss Bessie, por exemplo, e ajudar nas tarefas da fazenda, onde mora com sua grande e simples família.
Outro passatempo favorito do menino é desenhar e colorir. Passa horas fazendo isso, mesmo em sala de aula, o que faz com que outros garotos impliquem com ele.

O dia da corrida chega, e ele quase vence. O primeiro lugar foi para Leslie, a garota novata. Sua nova vizinha! E o pior: a menina parece não querer desgrudar dele!
No começo, Jess se mantém afastado, mas logo vê naquela estranha uma amizade. Uma amizade linda e improvável que vai mudar sua vida e sua forma de ver o mundo.


Para fugir das implicâncias dos colegas, que não aceitam as diferenças dos dois, principalmente uma garota malvada no ônibus, Leslie e Jess criam o próprio mundo, o qual passam a chamar Terabítia.
Terabítia é o reino deles. Lá, podem enfrentar e vencer seus medos, que chegam em forma de ogros e criaturas selvagens. Mas nem tudo pode ser só  fantasia... Existem algumas coisas na vida que simplesmente temos que enfrentar, por mais doloroso que seja. Jess enfrentará a maior das provações.

"Difícil expressar o quanto queria, o quanto lutava para alcançar e captar a vida trêmula à sua volta, e como, por mais que tentasse, ela escapava, escorria pelo meio de seus dedos, e deixava apenas um fóssil seco na página..."



Vocês provavelmente já devem ter assistido ou ouvido falar do filme inspirado nesse livro.Bem, eu só fui assistir depois que li o livro, e não me arrependi de fazê-lo nessa ordem.

Acompanhar a evolução de uma amizade tão bonita e inocente como a de Jess e Leslie lendo o livro foi uma experiência maravilhosa.
Narrado em terceira pessoa, Ponte para Terabítia é de leitura rápida e gostosa, daquelas que fazemos em uma tarde chuvosa. A autora tem uma escrita muito bonita e podemos encontrar certa poesia em suas descrições, tanto de ambiente como de emoções.
A criação de Terabítia foi simples, e como estamos falando da imaginação de duas crianças criativas: tudo pode acontecer por ali.


"Feche seus olhos, mas deixe sua mente bem aberta"


Eu, quando criança, precisava as vezes de um lugar só meu, onde nada ruim poderia me alcançar. Bem, acredito que muita gente precisava também. Agora, já adulta, ainda preciso!
Os nossos protagonistas também precisavam de um lugar assim, então criaram um reino só deles, onde de vez em quando eram atacados, mas, juntos, conseguiam vencer.

Não posso descrever o misto de sentimentos que me invadiu enquanto lia essa obra tão rica... O final, tão triste, não mudou minha opinião sobre o livro como um todo. Mas, leitores, preparem os lencinhos!

O filme é muito bom também, mas para quem ainda não assistiu indico que leiam o livro primeiro <3

16 comentários :

  1. Nossa, eu não sabia que o filme era apenas uma adaptação do livro! :o
    Ponte para Terabítia é um dos meus filmes favoritos de quando era mais novinha, eu já o assisti diveeeersas vezes (e chorei em quase todas hahaha). Poxa vida, queria ter sabido do livro antes, pois acho super chato ler o livro depois de assistir o filme. :(

    Mago e Vidro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O filme é ótimo, mas o livro é mais <3 hehe Indico que leia mesmo assim! A narrativa é uma delícia e aqui sabemos mais sobre os personagens <3
      Beijos!!

      Excluir
  2. Oi, tudo bom?

    Perdi a conta de quantas vezes vi esse filme, mas confesso que não gostei muito na primeira vez que eu vi, pois pensei que fosse algo mais fantasioso tipo Crônicas de Nárnia (que lançou quase na mesma época, se não me engano) e vi que o foco não era esse... Só depois, quando fui ver de novo, que entendi a mensagem real do filme e gostei bastante (realmente é bem triste).

    Já sabia do livro, mas confesso pra você que não tenho muita vontade de ler, pelo menos no momento, mas gostei bastante da sua resenha. Parece ser um livro bem bonito.

    Abraços,
    http://claqueteliteraria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi Gabrielly,
    eu já assisti ao filme e chorei horrores com o final, não consegui entender a razão de um final tão trágico. Mas, o livro sempre será o melhor, os detalhes ao todo faz a diferença, já que o filme não tem muito disso, de focar nos pequenos detalhes. Espero, muito em breve poder ler esta obra.
    Amei sua resenha!

    Beijos Ana Zuky
    http://www.meuinfinito.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O final é realmente bem triste :(
      Obrigada <3
      Beijos!

      Excluir
  4. Oiiii, tudo bem????
    Eu só vi o filme e confesso que conheci só por causa do eterno Peeta ahahahha. Assim que olhei Jogos Vorazes me apaixonei pelo ator e saí vendo todos os filmes que ele já tinha feito :3
    E eu acabei gostando muito do filme. E até me identifiquei também. Afinal, como você disse, todos nós precisamos de um lugar as vezes.
    Agora quero ler o livro e espero gostar, assim como você :)
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oiii, tudo bem?
    Eu só assisti ao filme e me apaixonei, fiquei bem surpresa em saber que existe um filme deste livro, com toda certeza irei realizar a leitura!
    Com toda certeza não me lembro exatamente do filme, então seria como conhecer uma história desde o começo isso me deixa contente, porque não irei saber o que irá acontecer hahaha
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Olá tudo bem?

    Confesso que não conhecia o filme. Mas por sua crítica deu para ver que é muito bom, aliás também não sabia do livro. Gostei muito da premissa, parece emocionar bastante. Vou anotar Ponte para Terabita, procurar e assistir. Adorei as passagens e a gif que colocou na publicação, fico contente também que tenha gostado do filme. Obrigado pela dica. Beijos. www.sagaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá!

    Não li nem vi a história, mas parece ser uma graça. Sempre precisaremos de um refúgio, seja onde for, seja quando for. Eu também era como você, precisava de um canto só pra mim. No meu caso, me encontrei nos livros. Adorei a resenha!

    ResponderExcluir
  8. Eu assisti o filme há muito tempo e lembro que fiquei maravilhada com o mundo de terabitia, queria um lugar desses para mim rsrsrsrsrs. Vou colocar o livro na minha lista ;)

    pegueumaxicarablog.com

    ResponderExcluir
  9. Oioi!
    Nossa, nao sabia que se tratava de um livro!!!
    Lembor demais do filme e que lindoooo.. super recomendo.
    Amei saber do livro e vou ler sim, pq se o filme ja é tudo de bom, imgina um livro, deve ter mais detalhes e aprofundar mais.
    Linda dica.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  10. Oiii!
    Não conhecia nem o livro nem o filme... mas com essa sua resenha, que amei, já sei que vou correr atrás de ambos!
    Bjs
    www.livrosdabeta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Olá!

    Sempre quis ler o livro,mas ainda não tive essa oportunidade. A estória é linda e eimagino o quanto ela deve ser emocionante sendo lida no livro onde com certeza tem muita mais emoção e riqueza de sentimentos. Adoraria ler o livro.


    Beijinhos!
    Cantinho Cult

    ResponderExcluir
  12. Oiiie
    awwn como amo esse livro e esse filme, gente, os dois são maravilhosos mas também recomendo a leitura antes, a história é triste e maravilhosa e eu necessito comprar esse livro e reler

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Eu devo ter assistido o filme a muito tempo atrás pois a história não é estranha para mim, mas não consigo menlembrar direito... acho que por um lado isso é bom, pois assim posso ler o livro com uma sensação de novidade e depois assistir o filme - também prefiro muito ler antes, até por que a gente consegue imaginar as coisas do nosso jeito e não como lembramos da adaptação... está na lista de preciso ler o quanto antes!!!
    Beijinhos,
    Lica
    http://amoreselivros.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!