Favoritos de 2014 (em construção)

domingo, 19 de julho de 2015

Primeiro e Único - Emily Giffin


Primeiro e ÚnicoAutor(a)Emily Giffin
GêneroRomance
Nro Páginas: 448
ISBN: 9788581635972
Sinopse:
Shea tem 33 anos e passou toda a sua vida em uma cidadezinha universitária que vive em função do futebol americano. Criada junto com sua melhor amigas, Lucy, filha do lendário treinador Clive Carr, Shea nunca teve coragem de deixar sua terra natal. Acabou cursando a universidade, onde conseguiu um emprego no departamento atlético e passa todos os dias junto do treinador e já está no mesmo cargo há mais de dez anos.

Quando finalmente abre mão da segurança e decide trilhar um caminho desconhecido, Shea descobre novas verdades sobre pessoas e fatos e essa situação a obriga a confrontar seus desejos mais profundos, seus medos e segredos.

--

Meu primeiro contato com a escrita de Emily Giffin foi através do livro Questões do Coração; um dos melhores chick-lits que já li. Desde então eu sempre cobiçava seus livros mas nunca comprava, até que surgiu a oportunidade de ler Primeiro e Único, lançamento de Maio da editora Novo Conceito. 


Shea é uma mulher de 33 anos fanática por futebol americano. Estudou e agora trabalha na Universidade de Walker, sua casa e onde já trabalha há 10 anos no departamento atlético. Leva uma vida simples e tem um namorado folgado, que sua melhor amiga Lucy detesta. 
A mãe de Lucy, a Sra. Carr, acabou de falecer devido a um câncer, e todos estão devastados, já que essa mulher era um modelo na pequena cidade. Ela e o treinador Carr eram como uma segunda família para Shea, que desde pequena vivia correndo pela casa dos dois e tinha o treinador como um herói, a figura paterna que não teve na sua infância. 

A vida de Shea e suas certezas param de fazer sentido quando ela descobre estar apaixonada pelo treinador Carr; 20 anos mais velho, pai de sua melhor amiga e que acabou de perder a esposa. 
Muitas questões são levantadas quando esse sentimento vem a tona e ela terá que escondê-lo, principalmente de Lucy, sua fiel conselheira. 

As coisas começam a melhorar quando ela enfim vai atrás de seus sonhos. Termina seu namoro (que ela não estava 100% dentro) e, com a ajuda do treinador, arruma um novo emprego, o emprego que ela sempre quis. 
Um belo dia reencontra um velho amigo, que agora é um jogador famoso; e, aos poucos, Shea e Ryan engatam um relacionamento promissor. Era o que ela precisava para enfim tirar Clive Carr de sua cabeça. Mas, claro, as coisas não são tão fáceis como parecem... 
Uma leitura rápida, divertida; reflexiva e apaixonante. Emily Giffin usou de uma premissa bastante comum para nos surpreender e prender com sua capacidade de captar a realidade e levar assuntos tabus  e fatos do dia a dia para a literatura; e fazendo tudo isso maravilhosamente bem. Em Primeiro e Único ela trata de relacionamentos, de amizade e de família. Além de dar seu alerta sobre violência doméstica. 
As reflexões e mensagens nas entrelinhas são claras. O amor tem idade? O que é mais importante, uma longa amizade ou um amor? Qual você escolheria, se tivesse na situação de Shea? 

Os personagens são bem construídos e, apesar de todo o livro ser narrado por Shea, conseguimos compreender e nos identificar com os outros. A visão da nossa protagonista é ampla, consegue descrever muito bem os fatos e as emoções no ambiente. Então, apesar de preferir livros com diferentes visões da narrativa, não tive nenhum problema durante a leitura; um ponto a mais para o livro! 
Algo que me incomodou foi a indecisão da protagonista. Seus medos e receios são compreensíveis, mas é a vida dela que está em jogo e ela só consegue pensar no que o treinador diria, no que Lucy diria, no que Ryan diria... Vamos lá, você tem 33 anos, Shea! Tá na hora de seguir seu próprio caminho. E demora, mas é isso que ela faz. O amadurecimento é evidente, e a cada virar de capítulos é como se tivéssemos uma Shea diferente, mas ela mesma e menos os outros. 


















Eu adorei ter feito essa leitura! É um chick-lit com um pouco de drama, mas só um pouco. Quando chegaram os últimos capítulos eu fiquei ansiosíssima para saber o que ia acontecer, o que a personagem ia decidir, para que caminho a narrativa ia seguir... Foi impossível largar o livro até concluir. E que conclusão! 
Se você gosta do gênero, se curte um bom romance e quer conhecer ou continuar lendo os livros da Emily, dê uma chance para Primeiro e Único :)

15 comentários :

  1. Olá!
    Essa é a primeira resenha positiva que leio desse livro. Já vi mais ou menos umas dez negativas e desanimei total do livro por conta disso. Principalmente pelo fato da protagonista ser indecisa e não agir conforme sua idade. E confesso que não gosto dessa temática de futebol americano.
    Ainda não fiz nenhuma leitura dessa autora e tenho muita vontade de conhecer suas obras, mas acho que não começaria por essa.
    Ainda assim, sua resenha ficou ótima!
    Beijos!

    www.livrosdajess.com

    ResponderExcluir
  2. Eu não vejo problemas com a diferença de idade entre ela e o treinador. O que me causou estranhamento foi ela o considerar um pai e se apaixonar por ele. Não consigo entender muito bem, acho que só lendo mesmo. Eu já li um livro da autora mas tem tanto tempo... nunca mais me interessei fortemente por nada dela, mas não é uma leitura que eu descartaria.

    Infinitos Livros

    ResponderExcluir
  3. Nunca li nada dessa autora, e também nunca vi resenha desse livro apesar de já o conhecer.
    Acho que vou anotá-lo na minha wishlist, pois etou precisando de livros mais leves assim.
    Beijos
    http://myself-here1.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Olá
    confesso que eu me decepcionei um pouco com o livro, não cheguei a ler, mas eu vi varias resenhas que me deixou um pouco para baixo com esse livro, mas acho que acima de tudo vou dar uma chance para ele
    Bjks
    Passa Lá - http://ospapa-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oii! Tudo bem?
    Nunca li nada da Emily, mas tenho bastante curiosidade. Contudo, Chick-Lits não é dos meus gêneros favoritos, por isso fiquei um pouco intrigada com este livro no início.
    Sua resenha me fez querer dar uma chance à história, mas não tenho certeza de que me agradarei com ela.
    Enfim, espero ler em breve.

    Beijos!
    www.palavrasradioativas.com

    ResponderExcluir
  6. Já ouvi falar muito bem desse livro. Sua resenha só confirma tudo de positivo que li e ouvi sobre ele. A capa e a sinopse não empolgam muito, por essa razão as resenhas fazem a diferença.
    Também fico muito irritada quando um personagem fica embromando na trama...rs.

    LETRAS COM CAFEÍNA

    ResponderExcluir
  7. Oiie linda.
    Eu nunca li absolutamente nada da Emily, mas não pretendo começar por esse.
    Achei a premissa legal e tal, quanto mais com uma personagem de 33 anos e medrosa e indecisa kkkk isso é irritante, mas eu vou ler depois que ler outros livros da Emily.
    Ameiii sua resenha flor.
    bjs

    ResponderExcluir
  8. Olá, estava curiosa para ler alguma resenha desse livro, pois a premissa me chamou bastante atenção. Gostei de a autora ter criado um história diferente que traz a tona algumas discussões bem pertinentes. adorei!!! Bjs

    Território nº 6

    ResponderExcluir
  9. Oi flor, amoooo Emilly de paixão, tenho alguns livros dela na estante e não vejo a hora de ter mais.Esse livro é bem diferente dos outros dela que tenho aqui que são protagonistas mais maduras, mas apesar da sua ressalva da indecisão dela, eu leria sim o livro e aguardo por isso ansiosa.

    Ótima resenha, muito bem escrita.

    bjs

    ResponderExcluir
  10. Oie, tudo bom?
    Eu amo a Emily Giffin, mas infelizmente esse livro não funcionou para mim. Me incomodei com a indecisão da Shea e a repetição de tema na história. Era o tempo todo sobre futebol americano e isso ficou bem massante. Eu gosto de outros livros da autora, mas esse me irritou demais.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oii, tudo bem?
    Ainda não tinha visto uma resenha positiva desse livro, haha. Eu não curti a premissa do livro, o lance de ela se apaixonar pelo homem que a criou, é meio estranho sabe, não me agrada. Que bom que você gostou do livro.

    Beijos da Jéss ♥
    Brilliant Diamond | Fan Page

    ResponderExcluir
  12. Eu tenho ele aqui e sempre quis ler este livro! Eu tive.meu primeiro contanto com a autora com "Laços Inseparáveis" e amei e quero ler esse, eu quero fazê-lo logo, logo! Adorei a resenha, parabéns!!

    Abraços e até!

    http://lendoferozmente.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Gabrielly! Tudo bem?
    Ual mais que resenha fantástica \o/ Como você meu primeiro contato com a Emily foi em Questões do Coração e desde então fiquei apaixonada pela escrita dessa autora. Ela consegue narrar tão bem um dilema que é corriqueiro na nossa sociedade! E o jeitinho dela de mostrar ao leitor a pura realidade é tão especial que não tem como não se apaixonar.
    Parabéns pela resenha blogueira, com certeza um dia irei ler Primeiro e Único.
    Beijos Pão de Queijo!

    ResponderExcluir
  14. Olá! Não conhecia este livro, mas me interessei pela história. Achei bacana e é bem do tipo que eu gosto de ler. =D A forma que você fez as considerações achei muito bacana também! Legal quando percebemos em um personagem algo que precisa ser desenvolvido. Mesmo sendo algo negativo acho que também serve como aprendizagem!

    Um beijinho!
    www.pensamentosvalemouro.com.br

    ResponderExcluir
  15. Poxa com tudo que você descreveu sobre o livro tenho certeza que minha esposa vai adorar essa leitura, o livro já esta aqui em casa prontinho para ser lido rsrsrsrs.
    Mas para mim esse é um gênero que não me agrada, todos os romances ficam com dona Deebs rsrsrsrs.

    Abraço,
    Diego de França
    www.leitorsagaz.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!